Fazer caras como meninas tímidas

Como se dar bem com as mulheres (Dicas das meninas para os caras) Ser babaca é muito fácil. Por isso, não seja estatística. Foque em ser a exceção. meninas tímidas não gostam de meninos muito certo. Eles são facilmente intimidados por caras como esse. Uma vez que você teve a chance de falar com ela, fazê-la sentir que ela pode sempre falar com você sempre que ele quer. Em vez de falar sobre si mesmo, fazê-la falar e aprender a ouvir. Meninas tímidas gostam quando caras ouvi-los. Antes de começar a leitura do artigo, aproveite para baixar o eBook grátis do Homem Alpha. CLIQUE AQUI e faça o download agora. Eu particularmente acho muito atraente mulheres seguras e confiantes, mas devo confessar que muitas vezes fico enfeitiçado com as mulheres quietas, daquelas que não é de conversar muito, aprenda neste artigo como chegar nas mulheres tímidas usando táticas ... Aceite ela como ela é. É comum que os homens acreditem que uma menina mais tímida ou conservador esconde muitos desejos enrustidos dentro dela, mas isso não é verdade. Então talvez seja melhor mudar de ideia sobre como as meninas mais quietinhas são as mais safadas, pois essa ilusão não irá lhe ajudar agora. Garotas tímidas atraem caras como mariposas para uma chama quente. Mas nem todas as garotas tímidas têm a graça e a capacidade de fazer isso. Ser tímido não é uma maldição. É mais como uma parede que você constrói em torno de si mesmo. Se você é tímido, quieto e introvertido, deve saber que é bem mais difícil pra você arrumar uma namorada do que para aqueles caras populares, que geralmente são mais confiantes e extrovertidos. Isso é um fato. Qualquer um que diga o contrário, nunca experimentou verdadeiramente como é a vida de um cara SEM autoconfiança. Como Conquistar um Cara Tímido. Os caras tímidos costumam ser considerados atraentes porque parecem mais maduros, inteligentes e misteriosos. Por outro lado, não se pode contar com eles para dar o primeiro passo de puxar uma conversa ou... Mesmo caras são tímidos, e demorar um pouco para abrir. No entanto, para ambos os sexos, não é uma coisa difícil de fazer. Caras como meninas tímidas, e eu posso lhe dizer por bolhas pessoais, que tudo que você precisa é amor para persuadir a timidez fora do escudo. Não é fácil saber como ganhar uma garota tímida, principalmente por causa das barreiras que ela pode levantar. Ela é realmente uma graça mas sua personalidade pode ser exatamente o oposto da maioria das mulheres que você encontra nos locais mais badalados da cidade. Garotas como caras tímidas não devem ser sequer uma questão para refletir sobre quando elas são o tipo de homem que está completamente envolvido emocionalmente em relacionamentos. Por serem tímidos, estão mais do que confortáveis com a distância física.

Tenho 20 anos, ainda sou virgem, tenho medo de "perder", sou muito tímida e levei um fora que acabou comigo

2020.09.10 00:07 cutiemango_lover Tenho 20 anos, ainda sou virgem, tenho medo de "perder", sou muito tímida e levei um fora que acabou comigo

Ta, n sei por onde começar, então só vou contar a história que fez minha confiança ir de 0 pra - 1.
Eu sempre tive a convicção que iria perder a virgindade com alguém q significasse algo pra mim, porque eu n quero que seja uma péssima experiência e pq acredito que, pra que seja boa, a pessoa tem q pelo menos se importar comigo. Sempre fui muito tímida, totalmente travada e, mesmo tendo plena convicção q sou hétero, só consigo me relacionar "bem" com homens se estiver bêbada. Com "bem" quero dizer simplesmente ter uma conversa normal, flertar normalmente, entende? Olhando nos olhos, conversando, trocando ideia naturalmente, essas coisas...Geralmente, fico muito insegura e receosa quando estou conhecendo alguém. Teve um dia, na faculdade, que um cara aleatório ficou me encarando. O campus é enorme e n conhecia essa pessoa, mas o achei bonito. Tentei segurar a vontade de rir, mas n deu, aí óbvio que ele entendeu isso como correspondência (e era mesmo). Dps de um tempo, coincidentemente nos encontramos de novo e começamos a ficar.
Ele era muito sem filtro (o total oposto de mim) e, por algum motivo, pouquíssimo tempo depois de nos conhecermos eu me sentia bem confortável com ele. Acho q era porque ela falava muita besteira. Eu só ria e ignorava, mas foi isso q fez com que eu 'destravasse' um pouco. O problema é que n parecia q ele me via com nenhum romance. Como posso explicar? Pra ele, eu era só uma gostosa, entendeu? Inclusive, sempre que ele ia me elogiar eram coisas do tipo "Nossa, fulana, você é muito gostosa" "Nossa, seu corpo é maravilhoso", etc. Teve um dia que eu me irritei e falei "Pq vc é assim? Eu n sou só gostosa! Tbm sou inteligente, engraçada e várias outras coisas. Vc toda vez só fala isso. " Isso me magoava pq eu queria q ele me visse da mesma forma q eu estava começando a ve-lo e não ficar falando daquele jeito idiota.
Quando ficávamos, ele sempre queria ir além e além e além. Muitas vezes eu deixava pq n queria q ele me achasse uma chata e tbm n sou nenhuma santa, mas geralmente era meio demais. A primeira vez q saímos fora da faculdade era pra ser pelo menos um pouco romântica, imagino; mas só q no meio da rua ele ficou querendo botar a mão por baixo da minha roupa. Tava de noite e o lugar era deserto, mas mesmo assim! Eu fiquei falando que não, que não queria e ele usava tudo q pudesse pra me convencer. Ficou lá falando maior tempão, me manipulando, fazendo mil promessas...Ele sempre fazia isso.
Teve um dia que estávamos juntos e realmente quase chegamos lá, até hj, foi o contato mais íntimo que já tive com alguém. O clima esquentou e de repente, já estávamos um em cima do outro, mas na hora, me deu medo dele me largar assim que eu fizesse o que ele queria e eu já gostava dele. Eu nunca me senti bem com nenhum outro cara, como me senti com ele. Sempre que algum garoto me tocava, a tendência era eu me esquivar, mas com ele tudo parecia muito certo. Só q nesse dia, por causa desse meu medo, mesmo estando lá, eu desisti bem na hora e disse q não queria passar do que já tínhamos feito até o momento (eu entendo que isso pode ser muito frustrante, até um vacilo da minha parte e me senti muito mal dps por ter negado tão em cima da hora assim, mas pelo desfecho da história, atualmente n me arrependo) Óbvio que ele tentou de tudo pra me convencer, até pq, já estávamos la ne. Mas eu disse q n queria, que n estava me sentindo confiante e que não adiantava insistir, eu n ia deixar. Depois de muita conversa, ele aceitou e, pelo menos pra mim, foi bom esse dia. Eu tentei viver o momento, pq de certa forma, lá no fundo eu já percebi q dps dessa ele n ia mais querer saber de mim. E foi isso mesmo. Ele n me procurou mais, começou a me evitar e ser um grosso, então, mesmo triste, parei de procurar tbm.
Aí do nada, ele me chamou pra sair de novo. Eu, q sou uma burra, aceitei (até pq, a essa altura já gostava dele) Saímos e, enquanto estávamos comendo e conversando, ele simplesmente começou a falar de outra menina!!! Eu fiquei perplexa enquanto ele falava que n estava mais falando com um amigo dele pq ele tentou ficar com a menina q ele ficava. Quando penso sobre esse dia, n consigo entender pq n levantei e fui embora ali mesmo, mas, por algum motivo, eu fiquei lá. Depois disso uma menina postou fotos marcando ele. Eu perguntei se ele estava namorando pq no dia anterior me implorou por nudes, fez tudo que era promessa, disse q gostava de mim e etc.. Ele disse q não e eu n acreditei e parei de falar com ele.
Vários meses depois, ele me mandou mensagem de novo. Fiquei toda animada, mas estava no estágio, então esperei até o final do expediente pra olhar. Sabe quando vc quer guardar algo bom pra depois, pra poder saborear melhor? Foi tipo isso. Fiz tudo q tinha que fazer e deixei pra olhar só na hora de sair. Pensei q ele iria me chamar pra nos vermos ou simplesmente querer saber de mim, já que há um bom tempo n nos víamos. Quando fui ver a mensagem, estava na rua e ele escreveu, assim, diretamente: "Ainda não comecei a namorar (com a outra garota*). Quer fazer uma loucura comigo antes?".
Eu vi aquilo e nem acreditei, comecei a chorar no meio da rua mesmo. Me senti um lixo, uma coisa. Um objeto completamente inútil. Eu nem sei descrever o sentimento, foi horrível. Tbm me senti muito tonta e humilhada por ter ficado feliz antes. Nem ia responder, mas respondi e disse pra ele nunca mais me procurar. Dps bloqueei. Só q no Facebook, vi q ele faz com a menina tudo q nunca fez comigo.
Tudo que eu praticamente implorava pra ele fazer (e ele nunca fez), com ela, ele faz de forma aparentemente espontânea. Fala coisas bonitas e é super carinhoso. Como eu, ela tbm é artista. Na conta de artes dela, ele elogia todos os trabalhos, cita mil qualidades e é um fofo. Eu sei que parece uma coisa super boba pra me desestabilizar tanto assim, mas a verdade é q isso acabou comigo. Me destruiu. Minha inseguranças aumentou e me senti incapaz de ser vista de maneira romântica. Agora, meu medo de me relacionar aumentou ainda mais, pq as chances de acontecer a mesma coisa são grandes. Eu me sinto indigna de um relacionamento e de alguém que goste de mim e acho q nunca mais vou encontrar alguém q me deixe confortável como essa pessoa me deixava e que nunca vou experimentar um sentimentos plenamente correspondido. Foi isso, desculpa o textão e desabafo, mas tava meio engasgado. Às vezes eu esqueço, mas quando me sinto mal comigo mesma, essa é uma das primeiras coisas q lembro e fico gastando minhas noites chorando por algo q n vai mudar... Parece q é só comigo, tipo um castigo, mas sei q n. Só q às vezes é difícil de enxergar...
submitted by cutiemango_lover to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 15:22 DistributionExact557 Fiu babaca a chamar a menina de babaca por ter zuando minha depressão

Olá turma luba editores turma gatas e etc... tudo bom? Então o ano era 2016 eu era nova no colégio e logo fiz amizade com uma guria, vamos chamar de jess agente ficou muito amiga mais a treta aconteceu em 2018 ela sempre foi insuportável queria que tudo girasse em torno dela mais eu sempre fui tímida entao nunca fui muito de fazer exposed nem barraco mesmo sabendo de tudo, um certo dia uma menina veio falar comigo porque eu estava vendo lá casa de papel no intervalo do colégio, agente ficou conversando sobre a serie e a jess chegou lá, só que ela não assitia lá casa de papel, então óbvio que ela ficou de fora ps: tenho depressao ansiedade e o meu refugio sempre foi o seus vídeos. Ela ficou muito brava por eu estra fazendo "amizades" pois só tinha ela de amiga, no outro dia ela não queria nem olhar na minha cara, e começou a falar mal de mim para o colégio inteiro, eu era timida e não tinha amigo então não tinha como me defender, ela fez isso por 1 ou 2 meses, passava os recreioz trancada no banheiro cheguei a não participar das olimpíadas do colégio, num certo dia um garotos começaram a me zuar poise eu nao queria mostra oque eu estava escondendo embaixo do meu casaco num sol de 25 graus, eu com raiva tirei a blusa e mostrei os meus curativos no meu pulso, sim eu me cortava, a atenção virou toda para mim naquele momento, ela não aguentou e disse: isso e falso sua depressiva estúpida. Naquele momento eu não me aguentei e disse: cala a sua boca sua desgraçada, ela saiu chorando e fiu a culpada no final, emfim ela saiu do colégio e hoje tenho vários amigos, minah depressão esta sendo controlada. Fui a babaca por ter chamado ela de desgraçada na frente de todo mundo no recreio?
submitted by DistributionExact557 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.13 01:09 Pure-Weird-6626 Tenho 19 anos e sou virgem e bv

Bom, é exatamente isso, tenho 19 anos, sou menina, bv e virgem. É meio estranho contar isso pra alguém que não seja uma pessoas em que tenho confiança, mas eu não aguento mais guardar essa frustração só para mim. E sim, me sinto frustrada. Eu sei que é algo "normal" mas não tão comum hoje em dia, e por esse motivo me sinto muito triste de ser "assim".
Bem, eu nunca namorei, nem nunca fiquei com ninguém, minha família é relativamente aberta e me permite sair com amigos quando eu quero e para onde eu quero, mas eu ainda me sinto presa. Desde de pequena minha mãe me alertava sobre gravidez na adolescência, doenças e homens que pudesse fazer algo de ruim comigo, e talvez por isso me reprimi tanto em relação a garotos, e toda vez que um deles vinha pedir pra namoraficar comigo eu rejeitava por medo (e eu não sei explicar o por quê desse medo), além de que sempre fui um pouco tímida para o lado dos garotos, eu converso, brinco, falo sobre todo tipo de coisa com eles, não tenho vergonha nem nada, mas quando começa a rolar um flerte eu me auto saboto e crio paranóias. Como eu nunca beijei nem nada, eu tenho muitoooo medo de ficar com alguém e fazer tudo errado (mesmo tendo consciência de que isso será normal), tenho medo deles saírem dizendo a todos que eu era bv/virgem aos 19 (moro em cidade pequena e por isso quase todo mundo se conhece), e por esse motivo eu coloquei na cabeça que só ficaria com alguém que eu não pudesse encontrar nunca mais e cá estou eu, com 19 anos bv e virgem.
Outro ponto que eu tenho é, eu determinei uma idade para fazer as coisas (15 1° beijo, 18 virgindade), e quando essas coisas não aconteceram como planejei me senti meio "lerda" (não sei explicar). Esse também foi um grande erro meu.
Vejo minhas amigas falando sobre suas experiências com garotos e eu fico meio sem o que falar, pois eu não tenho nenhuma e isso me deixa frustrada demais. Eu quero fazer, muito muito, mas eu tenho esse bloqueio e não sei como mudar.
Ps: já pensei em fazer de tudo, ir para uma cidade mais próxima e ficar com o primeiro cara que achar, contratar um garoto de programa, entre outras coisas. (Sim, eu realmente já pensei em fazer isso)
Ok, só queria desabafar e se alguém tiver uma dica ou conselho estou disposta a ouvir. :)
submitted by Pure-Weird-6626 to desabafos [link] [comments]


2020.08.12 15:44 sairennorebi Fui a babaca por contar a história de como eu e meu marido nos conhecemos? #Turmafeira

Oi Luba, editores, possível convidado virtual, gatas, papelões sobreviventes e turma que está a ver, quero muito participar por que preciso saber se eu fui a babaca na história.
Bom Luba, eu tinha uns 18 anos na época e minha amiga a mesma idade que eu, vamos chama-la de Karla para não expor. Nós éramos melhores amigas desde crianças. Somos da mesma igreja e, após eu ter um término com meu ex namorado entrei pra um dos grupos que tinha na minha igreja que ela participava. Assim que eu entrei reparei em um rapaz que também fazia parte e logo eu dei uma desculpa para pegar o número dele e começamos a conversar cada vez mais, vamos chamar ele de Carlos. Um tempo depois que estávamos conversando comecei a gostar dele e como eu e a Karla éramos melhores amigas eu fui contar pra ela. Quando contei ela disse que também gostava dele mas que não tinha tido coragem de chegar nele. A questão é que a Karla realmente é mais tímida que eu, mas ela conhecia ele antes de mim e não tinha me falado nada. O clima ficou meio tenso por um tempo e eu até pensei em me afastar do Carlos, afinal não queria perder a amizade dela, mas um tempo depois, quando as coisas estavam começando a ficar mais normais, Calos veio me falar que o melhor amigo dele estava gostando da Karla, vamos chama-lo de Tiago e que queria saber como chegar nela. (Ps. Carlos descobriu que eu e a Karla estávamos gostando dele pela mãe do Tiago, ela era líder desse grupo da igreja que participávamos.) Tiago também era muito tímido então não tinha muita coragem de chegar na Karla mas com algumas dicas ele conseguiu e os dois se aproximaram. Eu e o Carlos começamos a namorar e pouco tempo depois a Karla e o Tiago também, o que era bem legal por que saíamos juntos e éramos um grupo de melhores amigos. Tenho que deixar claro também que Tiago, com o passar do tempo começou a dar sinais de ser meio babaca com a Karla, como fazer ela sair de um emprego que ela estava ganhando muito bem pra ir pra outro que ela ganharia salário mínimo só porque no primeiro ela tinha que ir super arrumada pro trabalho (era corretora de imóveis), isso por que ela ainda está não era formada e tinha que pagar sua própria faculdade por que os pais dela não tinha condição, enquanto ele era formado e não trabalhava e ficava o dia todo em casa jogando.
Passaram-se anos nesse meio termo e Carlos e eu começamos um relacionamento a distância por que ele foi estudar medicina em outro país, e mesmo assim continuávamos juntos e com uma relação muito boa. No último ano, eu já tinha 22 anos, estava nas férias e Carlos estava comigo e fomos no aniversário da irmã de Tiago (ela era muito minha amiga e do Carlos também) e tinha outra amiga nossa lá, vamos chama-la de Larissa, ela veio me contar que tinha começado um relacionamento e que tinha começado meio errado e que tinha sido muito complicado e que estava com medo de por ter começado errado dar tudo errado (detalhe eu estava noiva do Carlos nesse dia e já estávamos próximo do casamento). Com ela me contando isso resolvi contar pra ela como foi o começo do meu relacionamento com o Carlos e como foi difícil porque eu tinha uma amiga que gostava dele, mas eu troquei todos os nomes e não expus ninguém, para mostrar pra ela que as vezes começa difícil como forma de provação pra ver o quanto as pessoas se gostam mesmo, mas que no final podia dar certo. O problema foi que a Karla e o Tiago estava perto e eu não vi, ela escutou tudo e ficou muito puta comigo. Fiquei sabendo depois que o Tiago tinha brigado muito com ela, falando que ele tinha sido o resto, que na verdade ela queria ter ficado com o Carlos (eles já tinham mais de 3 anos de namoro), sendo que ele sempre soube do começo da história, até por que foi a mãe dele que contou tudo pro Carlos. Resumindo ela ficou muito brava comigo e hoje não olha nem na minha cara, detalhe, eles eram nossos padrinhos de casamento e depois disso tivemos que achar outro casal às pressas por que estava perto do casamento. Durante a briga eu disse pra ela que ela estava deixando o Tiago decidir tudo da vida dela inclusive quem ela seria amiga e por isso ela estaria se afastando de mim, mas ela diz que eu inventei toda aquela história e que ela nunca tinha gostado do Carlos, sendo que tem outros amigos nossos que viveram esse momento conosco e sabem que é tudo verdade.
Atualmente estou casada com o Carlos e estamos vivendo muito feliz com ele no Peru (onde ele faz medicina). Ela continua o relacionamento com o Tiago e até onde eu sei ele está morando em outra cidade mas ainda controla cada movimento dela, não deixando ela ter amigos que ele não queira e nem fazer nada que ele não deixe. A mãe dela (muito amiga da minha mãe) detesta o Tiago e tudo que ele tem feito com a filha dela, que antes era uma menina feliz e alegre, agora vivia triste e chorando.
Então, eu fui a babaca por ter contado a história de como eu e meu marido nos conhecemos para uma amiga?
submitted by sairennorebi to u/sairennorebi [link] [comments]


2020.08.08 08:17 Peixefaca Serei o babaca por cortar relações com o meu pai?

Irei começar desde o início, ou seja, desde a infância do meu pai para contar as coisas por ordem cronológica e também contar os dois lados.
O meu pai foi o último de 6 irmãos, isto nos anos 70 que em Portugal foi durante a ditadura. A vida nunca foi muito fácil para a família. No aniversário do meu avô, ele tinha ido ao centro da cidade para comprar bilhetes da seleção de futebol da localidade... o meu avô foi de bicicleta e um bêbado a conduzir, atropelou-o e o meu avô faleceu. O meu pai tinha somente 3 anos, uma mulher com 6 filhos para cuidar sozinha nos anos 70. O meu pai nunca teve um pai propriamente dito porém o meu tio mais velho foi a figura paternal do meu pai e da família, era ele que trabalhava para sustentar a casa, era ele que batia nos meus outros tios quando eram apanhados a fumar e etc. Quando o meu pai tinha 14 anos, o meu tio (com 23, creio) suicidou-se de uma linha de comboio/trem. O meu pai nunca teve uma figura paternal desde então. Depois disso, vários dos meus tios, sem supervisão parental, começaram a consumir drogas e isso inclui o meu pai que aos 14 também, largou os estudos para ir trabalhar. Passaram-se alguns anos e ele mudou o rumo. Largou as drogas, andou numa clínica de reabilitação e arranjou um emprego, nuns anos avante, ele conheceu a minha mãe e aqui estou eu.
Agora que apresentei a história dele, passemos à minha. O meu pai sempre foi bastante ausente, quando eu era criança ele chegava sempre cansado e mal estávamos tempo juntos, ele gritava quando eu cobrava a atenção dele e nunca tivemos uma ligação forte, dado que ele não prestava o mínimo de atenção à família porque achava que sustentar financeiramente era o suficiente. Com os meus 6 anos, o meu irmão nasceu e o meu pai ausentou da mesma maneira. Passou-se um ano e os meus pais separaram-se, a minha mãe foi muito forte porque o meu pai virou grande parte do círculo social dela contra ela, e ainda tinha que sustentar dois filhos! Passaram-se 3 anos e eles resolveram os desentendimentos e juntaram-se. Vale realçar que esses 3 anos eu senti-me livre de medo, o meu pai sempre gritava e intimidava. A minha irmã nasceu e o meu pai não aprendeu nada... Agora, irei realçar pontos importantes para prosseguir a história: o meu pai sempre me deu uma educação machista: mulheres não podem usar roupa curta, gays são doentes e Deus é tudo, obrigava-me a ir na igreja e diminuia-me à frente da família e amigos. O meu pai normaliza bastante assédio, pratica-o e deixei de sair com ele porque não queria ser visto como igual. Por grande parte da minha vida eu fui homofobico e machista, eu fazia "piadas" com meninas que as deixavam mal, até hoje culpo o meu pai, pois eu era uma criança na altura. Por causa dessa inferiorização, virei uma criança tímida e cheia de medo dd ser julgado, atualmente ainda me causa alguns transtornos mentais. Aos meus 14 anos, fui diagnosticado com cancro (linfoma) no último estágio com metástases nos ossos e a se iniciarem nos pulmões. Foram meses muito duros, tive que ficar fechado em casa por 6 meses (é pessoal, essa quarentena é meio leve pra mim) porque eu tinha a imunidade super baixa; na altura eu não tinha nada com que me entreter e queria jogar com amigos meus, achei boa ideia conversar com os meus pais em comprar um pc gamer, a minha mãe hesitou mas o meu pai começou a gritar e chamar-me de ingrato, levantou-me mão e empurrou-me pra trás. Não basta dizer que passei o resto da quimioterapia isolado, né? Depois disso este tipo de discussões foi mais habitual porque desde aí que comecei a me revoltar. Depois dos tratamentos terminarem (sim pessoal, até hoje estou bem :3) decidi dar um novo rumo à minha vida, nos estudos e etc. Mas ele provocava-me sempre e ele tentava me bater. Houve uma vez que a minha mãe se colocou na frente para não me bater e ele complementa empurrou-a. Desde aí decidi não usar mais o nome do meu pai na identificação, só o da minha mãe. Há um tempo considerável que conheci uma menina incrível, começámos a namorar e escondi por bastante tempo por causa da minha família porque eu tinha a certeza que o meu pai iria usar o namoro para me atacar. O inevitável aconteceu, ele soube e veio dar uma de "pai" a dar conselhos de namoro como: "nunca a deixes ter poder", "tu és o dono da relação ", "não deves te importar como ela se sente, pois ela vai te usar". Mais tarde, numa discussão que já nos é habitual, ele disse "vou destruir o teu namoro", "nem sei como ela namora contigo". É por este tipo de coisas que ocultei o namoro. No meu aniversário, a minha namorada deu-me um livro personalizado com todas as nossas memórias, foi bastante caro (amor, se estiveres a ver isto, peço desculpa por ter visto o preço <3). O meu irmão estava a bater na minha irmã enquanto ela chorava baba e ranho, o meu pai ficou no sofá a ouvir aquilo sem fazer nada (a minha mãe tinha saído). Fui lá e comecei a discutir com o meu irmão, ele foi buscar o livro que o meu amor me deu e rasgou-o. Aquilo destroçou-me. O meu pai chegou e começou a rir, colocou as culpas em mim e falei na cara que era um pai de merda, que mais valia eu não ter nascido dele e que por mim ele iria embora. O prólogo não interessa, foi o habitual. Planeio cortar relações com ele quando eu fizer os 18.
Na minha opinião não o consigo culpar, pois ele não teve educação mas não sou obrigado a ter a vida destruída por causa dele. Serei um babaca por cortar relações com ele?
submitted by Peixefaca to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.08 20:54 Regina_and_Roger Queen Bees and Wannabes 'Fui o babaca?' (Regina ver.)

Olá Luba, gatas, editores, memoráveis papelões e turma que está a ver. A história a seguir contém: Meninas(o) Malvadas(o), fofocas, mentiras, vadias e vadiagens básicas, um joelho deslocado e um asqueroso x9.
Contexto: Rogér e eu resolvemos dividir essa história com vocês para que vocês julguem nossas escolhas e atitudes. Não tenham filtro e aguardem a versão que Rogér que vem aí.
No ano de 2017, Rogér entrou na minha escola e começou a andar com algumas pessoas com quem eu andava. Obviamente, fomos nos aproximando, mas era algo assim: "Rogér é legal, só isso".
O Drama começa no ano de 2018, no início do sétimo ano. Como todo ano, novas pessoas entraram na escola, e uma dessas era Carlsbel. Carlsbel entrou para o grupo de Rogér (Que no caso era apenas o Rogér). No início, Carlsbel era uma garota tímida e agressiva. Mas nós nunca desconfiamos do que aquela vagabunda necrosada era capaz.
Ps: Ela é otaku. Não devia ter confiado nela desde o início.
Com o tempo, deixei meu grupo de colegas e entrei completamente no grupo de Rogér. Discussões com Carlsbel eram frequentes, afinal, aquela vacilona safada era completamente mimada e agia como uma criança de seis anos na maioria do tempo, apesar de ser muito inteligente. Aliás, ela me batia frequentemente, tanto que ela arrancou uma lasca do meu dente no mesmo dia em que eu desloquei o meu joelho. Aquele dia foi péssimo.
Uma nova pessoa entrou na nossa sala, seu nome era Brirls e atualmente ela já saiu da escola. O fato é: Carlsbel tinha muito ciúmes de Brirls com Rogér, o que era doentio. Viramos um quarteto por um curto período de tempo, já que Brirls foi transferida.
Carlsbel também se apegava muito rápido e acabou se apaixonando pelos meus dois antigos colegas de grupo. Nem preciso falar que ela foi rejeitada. Inclusive, fui eu que contei para uma deles sobre os sentimentos dela. Mas tanto faz, tenho certeza de que ela só queria ser penetrada uma vez na vida antes de morrer.
Talvez vocês estejam pensando: "Tóxico". Sim, talvez eu seja. Eu gosto de fofocar, falar mal dos meus colegas e professores e agir como uma Queen Bee de filmes e séries americanas. Tanto que fui carinhosamente apelidado de cobra pela minha sala.
Ano passado, nosso professor nos passou um trabalho onde deveríamos fazer uma apresentação sobre sei lá o que. Rogér e eu sugerimos que combinassemos de nos encontrar para realizar o trabalho todos juntos, mas Carlsbel negou. Ela disse que podia fazer por ela mesma e só nos passar as partes que nós deveríamos falar.
Nesse meio tempo, eu descolei meu joelho no meio da quadra da escola. Mesmo longe, Rogér e eu ainda conseguíamos dar algumas sugestões para Carlsbel, que na maioria das vezes reclamava.
O dia da apresentação chegou, e Rogér teve uma crise de RIsOs durante a nossa performance. Ficamos sem graça, e ao invés de tentar auxiliar Rogér, Carlsbel só ficou com aquela cara de otária mimada que ela sempre fazia. Carlsbel abraçou todo o trabalho para ela, e ainda assim fez um trabalho muito mal feito. Não dava pra esperar muito dela mesmo.
Por conta do trabalho, Carlsbel parou de falar com a gente e Rogér e eu viramos uma dupla. Meses se passaram até que Carlsbel ganhasse alguma importância socialmente de novo.
Todo bimestre, nós temos que ler um livro e fazer uma apresentação de slides na frente de toda a sala. Além de fazer um resumo, é claro. Aquele bimestre diferente, pois ao invés de fazermos um resumo de um livro, faríamos de um filme (Não que vá interferir na história, mas Roger e eu fizemos de As patricinhas de Beverly Hills 💅). O tempo máximo era de 15/20 minutos, mas como Carlsbel não tem nenhuma noção de tempo, ela simplesmente levou a aula Inteira e acabou virando um "meme" no WhatsApp.
Obs: A preferência da professora por Carlsbel era nítida, pois todos os alunos que passaram do tempo, ela simplesmente os interrompeu. Mas com Carlsbel foi diferente.
Acontece que um cara nojento que tentou pagar de herói contou para Carlsbel sobre os memes que estavam fazendo. Como a criança birrenta e dramática que é, Carlsbel parou de ir para a escola e seus pais foram conversar com a coordenadora falando que ela estava sofrendo bullying. A coordenadora nos chamou em grupo para conversar, e eu não pude deixar de expor a verdade.
— "A Carlsbel quer todos a respeitem sem que ela precise respeitar ninguém. Durante as apresentações dos outros, ela dormia ou ficava no seu celular. Ela ama se fazer de vítima e ganhar atenção de todo mundo. Ela me agredia e eu não falava nada porque eu era muito burro também, mas agora basta. Carlsra e Carlsna até convidaram ela para fazer o trabalho de artes, mas ela negou para depois gritar com a professora falando que não poderia fazer sozinha. Ela mudou muito depois que parou de falar comigo e com o Rogér, eu acredito que seja por causa do namorado que ela arranjou pela internet. Inclusive, os pais dela não sabem sobre isso. Isso é tudo o que eu sei, coordenadora, xoxo."
E após fazer esse discurso épico e expor aquela mimada do caralho, eu desfilei até a minha sala cheio de orgulho. E agora, tenho um novíssimo bordão.
"Deus, cuide de meus amigos pois dos inimigos cuido eu."
Se estiver lendo isso Carlsbel, poste a sua versão aqui no Reddit também. Adoraria escutar os seus latidos mais uma vez, querida. 🗣️🗣️🗣️
submitted by Regina_and_Roger to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.24 22:02 Neko_Yas Fui babaca por achar que sofria bullying?

Olá gatas, editores, turma que está a ver, papelões sobreviventes e luba. Minha história é da época que eu achei que sofria bullying. A história é meio longa.
Tava eu na minha escola que eu tinha entrado no sexto, então eu não tava muito acostumada com a sala e com brincadeiras tontas pois eu era muito tímida. Minha "amiga" do quinto ano tava na mesma sala que eu (vamos chamá-la de Farls). Direto ela fazia umas brincadeiras e piadas sem graça comigo, mas eu falava "se você não parar eu não vou mais ser sua amiga" e isso fazia ela parar. No começo do sétimo fomos em uma excursão e nosso monitor (vamos chamá-lo de Varls) fazia brincadeiras e atividades com a gente. Pegamos um barco e fomos para a eclusa do rio tietê. Até aí tudo bem, Varls fazendo brincadeiras para passar o tempo, todo mundo se divertindo. O problema começou quando o Varls canta a música do "fulano soltou pum e quase matou um". Eu saí de perto para não usarem meu nome e tudo ficar de boa. A excursão acabou e voltamos às aulas. Chega um dia na aula de educação física, a Farls sai correndo e cantando fulano soltou pum e quase matou um com o meu nome. Corri atrás dela pra usar minha "tática infalível", mas ela ficava dando voltas em uma mesa e minha voz é muito baixa, então eu não conseguia gritar e tinha que chegar bem perto pra falar. Eu pedi ajuda pro professor mas ele ficou me olhando com cara de bunda enquanto minha mente de criança achava que minha reputação tinha baixado pra -40. Eu achei que tudo o que tava acontecendo era bullying, então fechei a cara e não quis mais falar com a Farls e até chorei um pouco. Eu fiz o possível pra me distanciar dela naquele dia porque eu tava muito brava. Cheguei em casa, falei pros meus pais e eles falaram que era se o problema era a Farls, eu devia evitar ela. No outro dia eu tava jogando volei com as meninas e chega atrasada a Farls e entra no jogo. Eu saí e fui fazer outras coisas. A Farls foi percebendo o gelo que eu tava dando nela. Outro dia em uma aula, eu sentei com a minha melhor amiga pra fazer a atividade que a professora passou. A Farls vem do nosso lado e pergunta se o texto que ela fez tava bom. Minha amiga respondeu, mas eu só continuei de cabeça baixa e ignorei completamente ela. Eu juro por tudo que ouvi ela me chamar de nerd metida. Tudo bem que eu tirava a maioria das maiores notas da sala, mas eu não me considerava uma nerd e não gostava desse termo. Fui até a professora e contei o que aconteceu. Eu não me lembro muito bem, mas acho que a professora pediu pra ignorar. Continuei no mesmo esquema de ignorar a Farls como antes, só que ela não aceitou isso muito bem, a ponto de achar que minha ignorância era bullying. Ela chegou a comentar com minhas amigas sobre isso e a passar mais tempo com elas ( elas eram as únicas pessoas que ficavam comigo, e se elas ficassem com a Farls eu ficava sozinha). Chega o dia de São Patrício e o trabalho da vez era fazer uma armadilha pro duende em dupla. E adivinha. Eu caí com a Farls. Eu tinha feito um roteiro de filme pra pedir pra trocar de dupla ou fazer sozinha, mas a professora mandou a Farls e eu pra diretoria. A gente se desculpou, mas falei que a nossa amizade não seria como antes. No oitavo ela mudou de escola e a melhor amiga dela, a Karls, continuou na minha sala. Ela perguntou se eu tinha brigado com a Farls, e eu contei o que aconteceu. A Karls me contou então a versão que ela sabia, no ponto de vista da Farls, fazendo parecer com que ela era a coitada e eu era a vilã. Por ter espalhado mentiras sobre mim, o pouco de respeito que eu ainda tinha pela Farls acabou e eu cortei qualquer tipo de relação. Hoje eu reconheço que parte do problema foi culpa minha por não ter conversado sobre isso com a Farls, mas eu ainda me sinto extremamente insegura de conversar com ela depois de tanto tempo.
Eu fui a babaca? bjs hibixco =30
submitted by Neko_Yas to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.21 05:16 KitanaMortalKombat Nice amiga tóxica e possívelmente uma trouxa q falou meio kid ;-;

(Luba eu sou menina mas faz voz de menino pfv! É q a minha voz e mto grossa e por isso algumas pessoas acham q eu sou um menino ou se tu quiser pode falar no queridíssimo sotaque favorito.... Bah né?) Olá Lubinho,minhas amigas,gatas,papelões sobreviventes,leds q ngm mais lembra,tela verde,possível convidado,nice guys ou girls,editores,chroma keys e turma q está a ver,essa é uma história q infelizmente eu sou a protagonista! Para dar um pouco de contexto: Essa história aconteceu quando eu tinha 8 anos e estava do 3° ano(cuja ainda estava descobrindo minha sexualidade,e eu achava q era bi!(hj eu descobri q sou pan)) e eu dei um ponto final nisso ano passado quando aonda tinha 10 anos e eu era meio mto Kid ;-; ent por isso q deixei em julgamento e provavelmente vai dar em: Td mundo é o babaca aq! Mas né? Td bem ;-;. Bem.... Eu sempre fui gordinha e até hj sou! E por isso eu sempre sofri bullyng na minha escola ngm queria ser meu amigo e tals.... E fui trouxa de achar q a menina q fazia bullyng cmg ia ser minha amiga se eu deixasse ela brincar com meus brinquedos (q enclusive era os mais famosos e os mais ricos da galera,pq entes eu tinha mto dinheiro e uma mulher tava roubando dinheiro da minha família inteirinha mas hj a gente venceu no processo! E tamo pobre por causa daquela mulher .. e tenho ctz q se eu contar essa história vc vai xingar a mulher até a rainha Elizabeth morrer)e por causa dela me fazer bullyng td dia cmg e n ter nenhum amigo q bringasse cmg (Guarde essa informação:só uma garota q ainda é minha amiga e continuamos amigas até hj u)eu óbviamente tive depressão e meus pais são aqueles tipo de pais q acha q depressão é falta de fé em deus e q só precisa rezar e vai tá td certo! (E no 3° ano descobriram q eu tinha ansiedade ent... É uma merda a minha vida ..)dps q eu saí daquela escola(q por sinal eu era a preferida de tdas as profs,até a tia q fazia comida pra gente gostava mais de mim,a cordenadora e a diretora da escola tbm me preferia e elas fizeram de td pra mim n sofrer mais bullyng pq essa escola era grande amiga da minha mãe e eu faria de td para agradecer essas pessoas maravilhosas :D (to até chorando escrevendo isso aq rs)) eu fui pra msma escola do meu irmão e aí a trouxa pensou: - Nss... Finalmente vou ter amigos e n vou sofrer bullyng! É.... Eu tava errada ;-; no primeiro dia uns meninos me trancaram na sala e riam de mim enquanto eu chorava e gritava tentando abrir a porta desesperadamente! (Obs: um dos meninos n tinha pai mas n era por isso q ele fazia bullyng cmg pq msmo quando a mãe dele se casou dnv ele continou a praticar bullyng cmg e eu n sei se foi antes ou dps da mãe dele se casar dnv q ele espancou uma amiguinha minha q a gente zuava e ela zuava junto pq ela era uma parente do um dos caras q ajudou o Pedro Alvares Cabral a descobrir o Brasil (eu n sei se ela era parente de um amigo dele OU ela era parente dele mas me lembro q ela era parente de alguém importante q eu estudei em história no 4° ano)) enfim.... Eu fiquei assim até o 2° ano q era pior ainda pq eu n conversava com ngm por ser tímida d+ e eu nem conversava mto com minhas amigas,pq eu tava no meu vício de FNAF (Five Night At Freddy's) e nenhuma das minhas amigas gostava desse jogo ou de qualquer jogo de terror (E eu ainda so mto viciada nesse game sóq eu to mais viciada em mk(Mortal Kombat) doq FNAF) ent eu só tinha amizade com os funcionários e com os professores! E esse ritimo só foi parar no 3° ano quando conheci uma menina q logo em seguida virei amiga dela no primeiro dia (Uma informação para guardar: E tbm tinha um menino novo q virei tbm melhor amiga.) e ela tbm gostava das msmas coisas q eu gostava... Resumindo: FNAF. Sóq os pais dela descobriram oq é FNAF e acabaram proibindo ela de ver FNAF oq foi PÉSSIMO para minha saúde mental já q pq essa menina acabava fazendo de td para q eu n falasse sobre FNAF de modo algum! E q no final n deu certo e ela acabou falando cmg sobre esse jogo dnv, bem... Até aí aceitável.... Sóq.... Acabou q nós duas criamos nossos canais no YouTube e eu era inscrita no dela e ela n era inscrita no meu pq a lógica dela era assim: -Vc tem mais inscritos doq eu e eu só vou me inscrever do seu canal quando eu for mais famosa doq vc! E eu n ligava pra isso pq eu era mto leal (e ainda sou) e por mais q a lógica dela de achar q ela era mais importante doq eu me machucava eu n ligava e continuei amiga dela, isso continuou até a gente começar a fazer vídeo de um jogo para fazer histórinha (o nome do jogo é:Gacha. Sóq tem vários Gachas ent eu só falo gacha msm) e lógico q isso para mim foi mto legal! Até pq eu gosto de fazer essas histórias, mas ela parecia q fazia só pq eu fazia (e ainda fasso e sofro bullyng pelo meu irmão pq a comunidade gacha tem mto +18 e a gente tá tentando acabar com isso,virou até matéria de jornal) e bem... Foi aí q a merda começou a feder! Se lembra do garoto? Ent..... Ele era um puta de um amigo meu e ele q se increveu no meu canal para me ajudar (Canal básico de 12 inscritos q eu tanto amo :,3) e ele sábia q eu sofria de depressão e sempre me apoiou, acontece q ele n se dava bem com a garota e ele sempre ficava se olho nela para ver se ela n fazia nenhuma gracinha cmg, acontece q ele disse q a bonita fazia desenhos dos meus bixinhos (Q ela fez de brigar cmg para q um dos bixinhos desse menino se casasse com a bixinha dela e dps a gente foi pra cordenadora e ela disse q era culpa minha e do menino,e aí q ela percebeu q tinha o poder de fazer as cordenadoras acreditarem nela e ela sempre fazia questão de brigar cmg e dps se fazia de vítima!) e os bixinhos eu cuidava (e ainda cuido) como se fossem pessoas de vdd ela fazia desenhos deles sendo torturados e dps colocava mensagens horríveis e o garoto sempre conseguia pegar e falar para eu mostrar pra minha mãe(e eu nunca aceitava de falar para meus pais) e aí quase começou um rumor falando q eu namorava com ela (AGR Q EU QUASE ME FUDI LEGAL :D) e bem dps de uns dias eu descobri um app de desenhos q acabei descobrindo q tinha uma comunidade nele! Era incrível! Eu fiz mtas amigas nele e... Óbvio q essa menina acabou descobrindo e me ameaçando de terminar a amizade se eu n contasse para ela qual era o app.... E eu contei pra ela e eu n mostrei pra ela minhas amigas virtuais e minha família virtual, em um belo dia a trouxinha aq acabou falando q tinha depressão e q minha vida tava uma merda (pq naquela época minha vó por parte de mãe foi diagnosticada de câncer e minha outra avó tbm por parte de mãe (minha mãe teve 2 mães a vida dela inteira, uma q cuidava dela e outra q era a biológica)tava piorando o Alzheimer dela) e eu pensei q ela fosse me apoia,mas parece q ela viu como oportunidade de controlar minha mente (pq eu tenho uma baixa auto-estima tbm e naquela época eu ainda sofria bullyng ent me controlar n era algo tão difícil) e bem ela continuava com a lógica dela de: -Vc n pode ser mais famosa doq eu! E ela sempre fazia eu colocar como a palavrinha do meu perfil (q quando existia a comunidade do Rascunho (o nome do app) vc podia colocar uma palavrinha do perfil e dps vc escrevia uma mini-bio e falava seu gênero) de: -Eu sou a melhor amiga da Funtime tangle 💗. (Funtime tangle era o nome do perfil dela) mas óbivio q eu nunca ia ser trouxa nesse nivel.... Fiquei com essa palavrinha apenas por uma semana e dps mudei para: - Meu perfil!. (Ou algo assim ;-;) e ela sempre tava lá para falar pra eu colocar oq ela quer e eu.... Tratava da zueira e teve uma vez q eu coloquei: -Eu gosto de chocolate! (E eu gosto mto msm ;-; como de tds os sabores até os 50% cacau) e adivinha! A MININA FICO PITA :D (sóq para n mostrar sua raiva apenas falou para eu colocar aquela frase horrorosa) e dps de alguns dias eu e ela viramos amiga de uma garota (inclusive bjs Pistolitaduud :D)(nome do perfil dela no Reddit ;-;)e ela me dizia sempre essa garota falava pra ela deixar só eu e ela brincar, bem voltando para o app Rascunho (Inclusive guarda a pistolitaduud na cabeça pq vo falar mto dela dps) eu fazia uns desenho q era melhor doq os dela (q agr reparando melhor era MTO melhor ;-;) ela passou dos limites... Sim Lubixco... Se vc pensou q ela começou a roubar meus desenhos vc... ER- ACERTOU! Ela começou a me plagiar e nunca colocava os créditos e ainda tinha a ridícula desculpa: - Aiinn!! Mas os seus desenhos já estão prontos!!! E bem... Eu acho q nunca fui tão trouxa de deixar isso passar já q ela tava pegando meus desenhos (q eu me lembro q ficava HORAS desenhando) e tava ganhando em cima do meu trabalho.... Q eu n deixava ela pegar meus desenhos mas... Msmo assim ela pegava... Lubixco pss te falar qual foi a pior coisa q eu fiz? Pois mto bem.... Eu contei para uma das minha irmãs virtuais q ela tava me copiando e tava ficando mais famosa q eu por cima dos MEUS desenhos e n tava dando os créditos para mim e ainda tinha gente elogiando ela... Lubixco... LUBIXCO! Eu fudi com a minha vida :D ela foi me defender e dps essa garota falava q era minha irmã virtual e eu falava q ela n era pq eu n queria.... Lubixco.... Vc entendeu oq aconteceu né? Se vc acha q essa minha irmã virtual disse q era minha irmã e essa garota disse q era minha irmã.... Vc acertou :D E DPS ELAS FICARAM AMIGAS! Aí eu aceitei na boa.... Pior decisão na minha vida.... E n importava se eu tinha sim ou n um novo membro na minha família virtual ela falava q era tbm minha irmã e td mundo ficava amiga dela.... E foi um dia q ela PASSOU dos limites LITERALMENTE (e eu ainda n terminei a amizade naquela hora) a trouxa aq teve uma conversa com a família virtual,tevem tbm uma mini-aventura e dps a gente nomeou de: "O chat loko". E como a gente gostava de desenhar a gente nas conversas eu desenhei td mundo q participou do chat junto com a minha oc (Oc= Original Character. Q por acaso ela tbm copiou) ela BRIGOU cmg pq ela n participou da conversa e dps abaixou o desenho (q eu deixei livre para as pessoas q participaram abaixarem) e usou o msmo nome "O chat loko" me marcou com a legenda: -Pena q a @Old Zclarafrx (Meu @ na época) n participou! E ainda sab oq ela fez? ELA PEGOU O DESENHO Q EU FIZ N COLOCOU OS CRÉDITOS DNV E NO LUGAR DA MINHA OC ELA COLOCOU A DELA!!! LUBIXCOOO!! EU FICO PITA SÓ POR PENSAR Q EU ERA AMIGA DE UM MONSTRO COMO ESSE! (e tenho dó da gata dela ter tido uma dona tão fdp enclusive... Descanse em paz filó... A única gata q n quis me matar ;-; e f pela Mina (a nova gatinha dela)) eu n briguei com ela... Eu acho ;-; mas eu penso nas coisas q ela fazia pra mim e eu me lembro as coisas q eu fazia por ela.... Eu fiz questão de brigar com um mlk q começou a falar q ela ainda tava na primeira página q a prof mandou e td mundo tava indo lá pra ver e eu oq fiz?: -Eii!! Deixa ela em paz! -Aaa!! Agr só pq vcs são melhores amigas vc vai defender ela? E eu juro q eu n era uma pessoa de brigar... Mas ele me pegou no dia das paranóia q eu tenho q tipo eu penso numa merda pra eu fazer e querer saber as consequências... Eu sou um ser diferente nesses dias... E adivinha? Eu falei: -QUER ENCARAR? -Sim! E...Round 1... FIGHT! TÃNANA nana na nanana na na na na tiu pras PANANANA PANANANA (Música do Mortal kombat ;-;) e tava lá o mlk chegou e me deu uns chutes e quando eu fui atacar... BLAM! Derrepente a sala inteira tava me segurando na parede para q eu n dasse um próximo golpe.... Class wins! Flawless victory... FATALITY! E eu tenho medo de saber oq teria acontecido se eles n tivessem me colocado na parede no ponto de fazer eu sair do chão....E EU N ERA TÃO FRACA ASSIM! Enfim eu recebi nem um: -Poxa cara... Valeu! Ou: -Obg amiga! Sim eu to julgando por ela nem ter me dado um simples "obg" e se eu fosse ir de volta para a cordenação eu ia ser suspença e eu contei isso pra minha mãe e ela me entendeu... E dps tds sabendo dessa notícia parece q começaram a falar mais mal ainda dela e eu n podia erguer a voz pq se n.... Suspenção :D e a minha mãe sempre falava: - Pq vc n falou nada? Nessas horas seria legal alguém ajudar ela! SIM ELA FALAVA ISSO!! Acho q nunca me senti tão traida assim... Os dias foram se passando e nossa amizade piorando... Ela chegou a pegar meu celular e apagar umas fotos n importantes mas umas fotos importantes de um primo meu q eu quase nunca via! E dps mexeu nos meus apps e colocou aquela frase: - Sou a melhor amiga da Funtime tangle!💗 E se lembra dequela garota do começo q eu disse ela é uma puta amiga minha? Ent.... Ela acabou sendo amiga dela junto cmg! (Informação para guardar: originalmente era para a gente ser um trio!) e essa menina disse q essa minha amiga (Cuja vms chamar ela de carol) disse q a carol e ela mexeram no meu celular! Óbvio q eu n acreditei pq eu sei q a carol nunca faria isso cmg! E como essa garota foi meio dedo duro as vezes cmg (Pq eu via uns vídeos 18+ pq os caras enchiam de palavrão o vídeo ;-;) e ela já contou para minha mãe e bem.... Agr a parte q eu disse sobre ser Kid... Inclusive eu me envergonho disso... Eu mandei UM VÍDEO e UM ÁUDIO chorando para A MÃE dela e falei oq ela fez com meu cell (e quer saber? Eu n vou mentir! Por causa dessa menina eu fui mto kid mas era uma kid q militava errado! E fazia tbm ameaças para ela caso ela n me respondesse! E me envergonho disso até hj TT)e ela acabou ficando de castigo aí eu DESCUBRI q essa menina n podia mais ter Rascunho! Ent eu tava feliz! Finalmente ngm ía ganhar fama em cima do meu trabalho! Mas ela n ligava e continou com o Rascunho! E eu sempre ficava pensando: -Será q vale a pena? Será q ela REALMENTE gosta de mim? Será q ela quer msmo ser minha amiga? Será q se eu morresse ela iria chorar por mim? E eu sempre me perguntava isso td dia até q eu pensei: -Ela nunca se importaria cmg msm. E eu fiquei com esse pensamento tentando fazer ela gostar de mim... Mas aí se passaram uns dias e os meus amigos virtuais e minha família virtual parou de falar cmg... E eu começei a falar mto mais com a Pistolitaduud,acontece q eu percebi como ela era quando eu fui pra casa dela e ela n falou nem um: -Obg. Para a empregada dela (q foi ela q cuidou sempre dela e do irmão) aí eu tentei manter distância e mudei de turno da tarde para o da manhã (n por esse motivo mas sim pq meu irmão entrou no 1° colegial) Lubixco.... FOI O ÚNICO ANO Q EU N SOFRI BULLYNG :D (Na vdd foi o único ano q n aconteceu merda na minha vida pq recentemente meu tio veio a falecer dps de um cirurgia de câncer no fígado... EU TAVA FELIZ PQ MINHA MÃE,MEUS TIOS E MEUS AVÓS GANHAMOS NO PROSSESSO E AINDA TEMOS NOSSAS CASAS E AÍ MEU TIO MORREU! 2020 tá ó 👌) 2019 foi um ano de ouro pra mim pq um pedófilo q eu tanto odeio foi preso (inclusive ele plagiava e treto com o Goulart) e foi quando minha fixa caiu! Eu fui postar um desenho das minhas ocs e coloquei no título: -Bffs! Aí vem A DISGRAÇINHA da mina (Eu queria ter prints dessa conversa sóq o app tirou a abba comunidade e eu n podia ver vc Lubixco :( mas eu acho q consigo ressussitar algo! E eu mandei uma mensagem para a Pistolitaduud e vou esperar ela me responder aí eu vou atualizar o post mas até agr n tenho print da conversa....)para falar assim: -Me coloca aí! E elas nem existem! Fiquei de saco cheio e falei: -Eu n vou mais fazer parceiria com vc no rascunho e nem no YouTube! E ela me manda uma coisa dessas....: -Nss.... É por isso q vc n tem amigos! Luba.... LUBINHA DO RAIDEN! ELA FALAVA Q ERA MINHA AMIGA E DPS DISSE Q EU N TENHO AMIGOS! ME EXPLICA ISSO!!!! Fico puta até hj com ela... Foi aí q eu falei: -Na vdd eu tenho sim! Pq o meu nome n é (Nome da mina ;-;)! Cortei a amizade com ela! Falei pra mãe dela q a menina tinha um Rascunho sem a autorização da mãe e oq ela fez cmg! E a Pistolitaduud tbm e cortou a amizade com ela se lembra do nosso "trio"? A guchi (Bitch em japonês) tentou separar eu da carol! DÁ PRA ACREDITAR?! Dps disso fiz uma outra amiga... Q acabou sendo melhor doq essa menina e meio q ela me curou da minha "doença" (Kid militante) e essa garota (Vms chama-la de anja pq ela foi um anjo q me tirou da bosta) disse q ela era aqueles Heteros tops homofobicos e eu fiz ela ter uma visão diferente do mundo e fiz ela descobrir q tbm era pan e bem...... Minha vida melhorou dps de td q aconteceu! A Anja e eu começamos a namorar recentemente TwT (E é essa parte da história q o Luba fala q é fake huehuehue) e eu e ela gostamos das msmas coisas das msmas cores e uma curiosidade engraçada q eu faço aniversário dia: 24 de Julho. E a Anja faz dia: 25 de Agosto. 1 dia dps do meu aniversário e 1 mês dps do meu aniversário kkkkk e bem... Dps de uns dias no ano passado eu dei um "Oi" sorrindo pra ela pq eu coloquei a gente em uma situação engraçada aí ela me mando uma mensagem dessas: -Acho q EU consigo TE PERDOAR. LÓGICO! Pq ELA PIOROU MINHA DEPRESSÃO,ME DESRRESPEITOU EM TDAS AS MINHAS HISTÓRIAS,ME PLAGIOU,FEZ COISAS IDIOTAS CMG E EU ME FUDI E ELA NEM ME DEU UM "Obg" CLAROOO EU VO MTO PERDOAR ELA!!! E por causa DELA eu to fudida na auto-estima! Óbvio q eu iria perdoar ela né? Dessa vez eu falei pra ela tomar no ku e tomar uma vergonha nessas duas caras dela! (Mentira n mandei uma mensagem assim n ;-;)(mas queria) e bem.... Agr eu tenho amigos de vdd uma namorada, uma ótima relação com minha sala estou menos insegura de si e oq ela falava sobre: -Vc n pode ser mais famosa doq eu! Agr eu DUVIDO ela me plagiar e ser mais famosa doq eu... Pq agr aq estou eu com meus 11 mil inscritos (Inclusive obg tds q acreditaram q eu conseguia QwQ) e com tds eles me alertam quando alguém tenta me plagiar! E bemmmm.... Essa história teve pelo menos um final feliz né? Uma bela história de superação de amizades falsas! E agr eu estou fazendo meu próprio remédio contra depressão! Assistir tds os meus Youtubers favoritos (cof cof Luba cof) e amigos! Enclusive essa história um bom conteúdo para o Luba enclusive Lubinha.... Obg por me fazer rir com suas piadas idiotas mas msmo assim engraçadas! E bem... Tá na hora da pergunta.... Eu fui a Babaca? (Inclusive manda um oi pra Prima da Anja e pra Pistolitaduud ela s tbm te assistem!)(Atualização:a Pistolitaduud me mandou os prints da conversa pq ela tinha guardado, já vo logo avisando q são apenas 2 kids e eu n me lembrava dessa conversa '-')a conversa kid
submitted by KitanaMortalKombat to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.17 10:33 Lariplush Achei que era romance Netflix mas virou novela mexicana.

Olá, Lubisco, editores, Jeans, convidados e turma que está a a ver,(rip papelões). Minha história é meio grande mas vou tentar resumir pra vcs. Essa história já tem uns anos que vem rolando mas só percebi recentemente, tudo começou em meados de 2016. Eu vim morar em uma cidade de interior bem pequena lá pra 2013 ou 2014, (ps: nasci em SP e cresci lá tem 7 ou 8 anos que estou aqui), logo que cheguei me engracei com um hetero e tivemos um relacionamento longo, logo não saia muito de casa era só rolê de casal mesmo (logo vao entender o pq). Em meados de 2016 eu e o boy estávamos brigados minha mãe não queria ver ele, então combinei com uma amiga de ir na única boate da cidade pra fingir que to no rolê com ela e sair com ele, antes de ir pra boate ficamos eu, minha amiga e meu amigo gay esperando o meu noivo na época chegar em um barzinho de frente. Quando chega um grupo de meninas, uma delas ficou me olhando fixamente e meu amigo disse que o gaydar dele tava apitando que ela me queria, sempre fui bisexual mas não dei muita importância na época pq tava focada no meu relacionamento com o boy que logo chegou e eu sai de lá. O tempo passou e em 2017 eu pra casar com boy estava terminando os estudos junto com ele, estudávamos a noite na mesma sala, chegando na sala nova me deparo com a garota esquisita de novo (Ps: na época não me lembrava que era a mesma do barzinho), sentávamos próximo a ela tipo do lado separados por um corredor. O boy que eu estava era extremamente tóxico (vivia em um relacionamento abusivo e nem sabia) brigava comigo por tudo e sempre riamos brigas feias na sala, e ela acompanhava tudo de perto. Um belo dia ele ficou encarando a menina dizendo “essa desgraça não desconfia? Culpa é sua que gosta de ficar chamando atenção por ai”, eu sem entender nada achei que era loucura da cabeça dele, no outro dia começei a reparar e vi uns sinais, mas permaneci acreditando que era loucura, nesse meio tempo fomos sorteados pra ganhar um curso pré vestibular. E adivinhem quem foi sorteadas? É isso ai eu e ela. Nos aproximamos durante esse curso que era junto com outras escolas, sentávamos juntas e brincávamos tava começando a sentir coisas diferentes, até que um dia ela foi com outra garota que nem era do curso pra lá, eu supus que era namorada dela (a mina tinha cara de mal) então esse dia sentei com grupo de amigas, eu andava com as blogerinha populares pq era modelo na época, depois que ela me viu com a turma ela sumiu do curso, (na época não achei que fosse por minha causa). Na escola ela faltava quase sempre e eu tbm e não nos falávamos porque o boy morria de ciúmes dela, trocamos umas msgs no face pra trocar matéria ela me chamou pra sair com amigos mas não fui. Vida seguiu ano acabou, anos se passaram. O boy abusivo começou a ser agressivo comigo e lá pra fim de 2018, um belo dia em casa viu minhas msgs do face e achou minha conversa com ela e surtou “vc disse que ia sair com ela? Ia escondida? Pra quem não meche no face entrou só pra responder ela?” E no meio da briga me agrediu. Dai eu dei um basta e separamos, meses se passaram e já tava até com outro boy. Veio a black friday de 2019 e eu e meu novo boy decidimos passar na Americanas a madrugada comprando besteira, na fila a minha frente tinha uma garota primeira amiga que fiz quando cheguei na cidade, tínhamos nos afastado com o tempo e aquele dia nos reaproximamos e marcamos uns rolês, no segundo rolê com essa amiga minha estávamos conversando sobre sexualidade e eu disse que era bi mas que daquela cidade nunca tinha tido interesse em nenhuma guria, exceto uma ela me perguntou como era, dai eu expliquei, dai ela disse “mentiraaaa” e a (vamos chamar de Arls) eu disse que sim ela disse “que tudo” e passou, isso foi no domingo, quando foi quarta-feira, adivinha quem me solicita seguir no insta? Poiseee, já logo perguntei oque minha amiga tinha falado. Ela mandou o print que dizia “minha amiga quer beijar sua boca” pra Arls, é amados essa vergonha eu passei a vista. Começamos a conversar eu me expliquei pra ela papo vai papo vem, ficávamos conversando durante horas e horas madrugadas e madrugadas, marcaram um rolê pra gente se vê, (eu já tinha largado o boy da época), e dai rolou nosso primeiro beijo no banheiro de um posto de gasolina com total de 90% de pressão das 20 pessoas em volta que eu conhecia apenas 2 ou 3 no máximo, (Ps: sou extremamente tímida pra mim foi muito difícil), as coisas foram indo, nós morávamos no mesmo bairro, chegou Natal (ai Natal), ela foi em casa com uma galera depois fim de noite fomos pra outro posto. Estava eu lá bem bebada doida, mas clima de casalzinho com ela e a galera. Adivinha quem chega no posto? Isso mesmo o boy tóxico, (esqueci de contar que depois do término antes desse Natal ele já tinha me ameaçando várias vezes e tentado passar em cima de mim com o carro várias vezes tenho testemunhas disso) eu vi, ela viu que eu fiquei nervosa (medo o nome mesmo) e sem saber que um dos motivos do meu término foi ela, me beijou na frente dele, e foi lindo pq eu queria mesmo que ele me deixasse em paz e com ela eu tava bem e feliz (por enquanto). Depois disso ele só me chegou muito por msg e sumiu. Eu pensei é isso, mas meus pais não sabiam que eu era Bi, e tudo era escondido na cidade pequena e ela sempre me vinha com papo de “fique com outras pessoas pq não quero me prender eu vou pegar geral tbm uhul ✌🏻” falei “suave suavao” tava na época de liberdade pós relacionamento abusivo e tals dai eu tinha uma pessoa pra cada dia da semana, era o Farls a Larls o Cals a Tals, e por ai vai, sempre tive muitos amigos e bebia quase todos dos dias (meus pais estavam se separando tbm estava em uma fase difícil), mas sempre dava preferência pra ela (se ela quisesse namorar de verdade abriria mão de tudo por ela), até que prece que ela começou a se incomodar, a amiga da black friday começou me dar uns toques “para de trair ela” e eu “gente não namora é isso que ela quer”, ela tentava me fazer ciúmes nos roles que iamos mas as guria davam em cima de mim e ela emburrava, (nunca fiquei com ninguém na frente dela, quando tava com ela era só ela), um dia perguntei pra ela se ela queria que eu parasse se isso incomodava ela, ela me disse que não é que era coisa da minha cabeça, e que ela não podia namorar pq já tinha uma web namorada. Ok, continuei nos roles curtindo como se não houvesse amanhã, ela começou a mudar comigo me tratar mal ficar estranha, já não nos falávamos mais as madrugadas e sempre com grosseria, dai parei com meus roles tentei ser mais presente sempre levava um chocolate quando ela estava triste, (eu sempre gostei dela fazia aquelas coisas pra não me apegar a alguém que eu achava que não me queria e tinha medo de me machucar de novo), mas as coisas foram ficando cada vez mais estranhas, quando eu ia pra lá ela não saia do celular conversando com umas guria, nunca senti ciúmes pq não me achei no direito já que não tínhamos nada mas parecia sempre que ela queria esfregar na minha cara. Fato é um belo dia ela pediu para sermos apenas amigas, não durou 3 dias tava na cama dela de novo, ai começou um briga e se pega de novo teve muita coisa nesse meio não vou contar tudo pra não ficar muito maior do que já ta, mesmo assim ainda acho que ela não gostava de mim. Tinha uma amiga de faculdade minha que pagava de hétero e nós pegávamos as vezes, quando comecei a ver que estava gostando de mais da Arls a Larls se reaproximou bastante de mim (até então a Larls era única menina da regiam que eu tinha me envolvido sentimentalmente mesmo) um belo dia eu postando stores com a Larls a Arls parou de me seguir, dai eu vi que tinha magoado ela e me senti um lixo, nesse dia eu vi que estava apaixonada (nunca disse isso a ela) mas não conseguia mas “dormir” com a Larls, logo ela viu isso é tbm me mandou ir atrás da Arls, dai pra frente amores foi meu desande e descordai. Tentei me reaproximar dela mas ela sempre grossa me cortava sempre tentava me afastar, de todo jeito possível, mas de alguma forma eu vez ou outra conseguia dobrar ela e era perfeito noites lindas que sinto falta. Isso durou meses ela nunca mudava sempre me rebaixando e webs namoradas e tentando fazer de tudo pra me magoar. Eu permaneci até um dia cansar, e tentar ficar com outra pessoa agora serio sem tudo isso, ela me viu com essa guria e me mandou foto mal, adivinha quem foi no outro dia atrás? É eu mesma, foi mais uma das noites bonitinhas e perfeitas parecia até que tinhamos “voltado” . Não durou muito depois disso voltou tudo, mas ela ainda me chamava pra ir ver ela as vezes, até que um dia bebada em rolê (nosso grupo de amigos é o mesmo), a conheci uma guria e fiquei foda-se tava magoada e tals, advinha se não chegou na Alrs? E ai só piorou tudo. Nunca tinha dito oque sentia por ela por ela me tratar mal não queria ser piada na roda de amigos esses dias pra trás eu bebada acabei falando oque eu sentia pra ela ela por sua vez, demonstrou pena e disse que tava web namorado a 3 dias e queria que isso dela desse certo (detalhe a gente tinha se beijado 40 minutos antes). Fiquei triste mas aceitei afinal já esperava que ela não gostasse de mim, final de semana fui na casa dela buscar minha guitarra (Ps: havia sonhado com meu ex boy abusivo e ela uma semana anterior a eu ir na casa dela a semana toda, morro de medo desse guri quero ele longe), e adivinha né fiquei mais doque devia dormimos juntas. E ela com vídeo chamada com a web mina dela seila oque, no outro dia de manhã ela me acorda dizendo que a prima da guria amiga dela que tinha adotado uns cachorros dela tava lá pra mostrar os filhotes, ela me disse pra não sair do quarto e eu perguntei porque, ela disse que tinha acabado de descobrir que o boy da menina era o meu ex boy doido. Ela fingiu demência e foi brincar com os dogs e eu fiquei em estado de choque dentro da casa “me deu crise de ansiedade e pânico” sozinha enquanto eles confraternizavam tranquilamente, eu sem bateria no cel e sem dinheiro pra ir embora. Ela entrou depois de um tempão e olhou nos meus olhos e me perguntou. “Tem certeza que ele te batia? Ele parece ser legal.” De todas as coisas que ela tinha me dito e feito essa foi a que mais me feriu, depois disso ficou do meu lado dizendo por video chamada sobre como queria chupar a web namorada, e a minha carona não chegava, (Ps: não moro mais perto dela tipo do outro lado da cidade) aqui não tem ônibus e mesmo que tivesse tava sem grana só cartao, aqui não tem uber nem os moto táxi não aceitam cartão e era domingo, ou seja tava presa ali, tudo aquilo tava me matando eu fui pro quarto dela escondida chorar tipo muito, até que ela me mandou msg pra me falar pra ir embora, disse que pagava e tudo que não me queria ali mais, meu celular acabou a bateria não consegui avisar quem ia me buscar que eu ia sair daí mas mesmo assim, levantei chorando peguei minha guitarra e atravessei a cidade toda com a guitarra nas costas chorando. Infelizmente ainda esqueci minha blusa lá e vim embora com a roupa dela. Minha carona meu amigo me achou na rua chorando ele tava desesperado tadinho, dai fiquei bad sumi de tudo whats, insta, durante uns 4 dias, (isso tudo foi no domingo) depois de um tempo voltei e no outro final de semana descobri que na terça-feira (dois dias que eu tava sumida de tudo) ela havia trocado de numero e na quinta me “silenciado” no Instagram, crente que eu ia atrás dela. Não fui,nem iria, nem vou, pois dessa vez eu fiquei muito magoada com oque escutei dela mesmo tendo ela visto tudo que viu e apesar de gostar muito dela é isso não passou até hj. Cansei disso tudo... Não vi mais ela depois disso tudo nem sei se verei (toda vez que nos víamos era um climão bizarro sempre acabava na cama dela ou atracada em um canto) por enquanto permaneço firme, mas magoada e com saudades ao mesmo tempo. Queria muito que tivesse dado certo mas enfim, gosto muito dela talvez ela nem saiba e nem vai saber se o Luba ler pq ela odeio YouTubers em geral então é isso. E ai eu fui a babaca?
submitted by Lariplush to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.15 00:34 jessy-autumn Tretas com amigos

Então. Existia um grupo no facebook sobre tema X. Mas lá era um poço de chernobyl puro com muita gente defendendo ideias erradas (nazismo, racismo, machismo) etc. Aí um amigo meu resolveu criar um outro grupo que seria com o mesmo tema, só que sem poder entrar pessoas assim lá. Só que ele colocou uma guria como moderadora que era bem desse grupinho que falava essas merdas e tal. Só que no início do ano eu já tinha tretado com essa mesma garota. Eu sei que a história vai parecer estranha pq ela é estranha até pra mim, mas foi assim: eu conheci um cara pela internet que também gostava desse tema. Por conta disso eu coloquei ele nesse grupo pq tinha esse tema. Só que aí ele conheceu essa menina e chamou ela pra sair e eles ficaram. Só que eu só tava sabendo que eles tinham saído, não sabia que tinham ficado. Aí um dia eu tava batendo papo com um pessoal desse grupo pelo google hangouts e acabou que só ficou eu e uma garota. Naquela época eu era muito tímida e com muitos problemas de autoestima pq sempre me chamaram de feia, etc, então eu tinha muito receio de mim mesma. Então eu comentei com essa mulher que aquele cara que eu tinha conhecido pela internet tava me chamando pra sair (vou chamar o cara de Bruno). Só que a mulher começou a debochar de mim, perguntar se eu tinha certeza, se não era invenção minha, se eu não tava me iludindo e etc. Eu fiquei sem entender o que estava rolando e perguntei pra ela o porquê dela estar falando aquelas coisas. E então ela me disse que o Bruno já estava ficando com a amiga dela e que a amiga dela tinha dito que ele tava muito apaixonado por ela. Aí eu pensei que deveria ser a garota que o Bruno tinha dito que tinha chamado pra sair (vou chamar ela de Pâmela). Pra ter certeza de que aquilo não era só fofoca, eu fui perguntar pro Bruno se ele tava mesmo ficando com a Pâmela, até porque a garota do hangouts falou tanto que eu estava me iludindo que eu passei a achar que fosse isso. Quando eu perguntei pra ele, ele disse que realmente tinha ficado com ela, mas que só via ela como amiga. Mai pra frente eu vi ela insinuando no grupo de que eles estavam ficando. Aí eu resolvi conversar com ela pra saber se eu não tava entendendo errado e ela me confirmou isso, mas achou que eu estava tentando roubar o ficante dela.
Isso tudo foi em janeiro. No início de fevereiro esse meu amigo criou esse grupo e me colocou junto com a Pâmela na moderação. Eu quis sair, mas ele insistiu para eu ficar. Então a Pâmela do nada começou a acusar várias pessoas dali de serem fakes de um ex-namorado dela. Mas ela fazia isso de um jeito muito estranho, algumas pessoas visivelmente não era fakes. Então eu quis me abster nessa situação, mas aí o meu amigo começou a insistir que eu deveria excluir aquelas pessoas, mas eu não quis e disse que se ele queria agradar ela era só ele fazer isso, já que ele era administrador do grupo. Ele deu um tremendo piti e saiu do grupo, ficou só eu e outros moderadores e logo a Pâmela tbm saiu.
Voltando pra história com o Bruno, mesmo com os problemas que tiveram, eu continuei mantendo contato com ele e a gente ficou em Abril. Mas depois disso ele começou a ser escroto comigo e eu decidi interromper minha amizade com ele.
Um tempo depois um amigo meu desse grupo veio pra minha cidade e a gente marcou de se ver. Mas como eu tinha medo de ir sozinha, eu chamei mais gnt do grupo que era da mesma cidade. Até porque eu não ia poder comentar com gnt da minha família de que eu ia me encontrar com gnt da internet. Sei é que eu chamei um guria que eu vou chamar de Paula pra ir no encontro. Até que meu amigo me mandou uma mensagem dizendo que tinha chamado a Pâmela pra ir junto. Eu comecei a dar pra trás por toda a treta que já tinha dado, mas ele insistiu e disse que não tinha problema. Então eu resolvi ir, mas avisei que ia levar a Paula junto e a Pâmela ficou brava, me perguntou se eu tinha um plano fazendo isso, só que na real eu tinha chamado a Paula antes de saber que ela ia. Resumindo as coisas: eu e a Paula fomos e ela inventou uma desculpa e nem foi.
Voltando ao Bruno: eu ainda mantinha contato com ele, mas pedi que não chamassem ele pq eu ainda tava chateada com a forma como ele vinha me tratando. Depois eu mesma fui conversar com ele sobre isso e ele só me tratou mal. Mas mais pra frente eu resolvi voltar a amizade com ele (pq na época eu era burra e dependente dele, nem sei o pq).
Sei é que passou-se uns meses e ele veio falar comigo dizendo que queria me pedir desculpas por estar sendo grosseiro comigo e que tudo era culpa da Pâmela e que ela é que tinha feito ele pensar mal de mim. Nesse tempo eu já tava cansada de tudo, mas resolvi ir conversar com ela. Sei é que ela me deu block sem falar nada e eu resolvi dar block no Bruno tbm pq não queria mais ficar em tretas.
Sei é que o tempo passou e em maio do ano seguinte (2017), ela fez um post num grupo em que eu tava dizendo que sabia que eu falava mal dela pelas costas e que se eu tivesse coragem era pra falar na frente. Eu só fiquei sabendo pq uma pessoa tirou print e me mandou. Aí eu fui lá e fiz outro tópico chamando ela pra briga (rsrs) e a gente trocou farpas, ela fez um vídeo falando várias mentiras sobre mim e depois me deu block de novo.
Mas essas história toda me atingiu de um jeito que eu não imaginava. Eu fiquei triste real com tudo, até porque ela mexeu com muita coisa ruim do meu passado (como a baixa auto-estima que eu tinha na época). Além disso, eu considerava algumas pessoas de lá como minhas amigas de vdd. Eu sei que talvez seja louco ser assim com gnt da internet, mas eu tinha um problema de saúde bem grave e tenho problemas com a minha família, então eu usava muito aquilo como escape. Eu sei que eu me senti muito humilhada e vi que aquelas pessoas não era bem minhas amigas pq a maioria virou as costas pra mim.
Eu só queria alguma dica ou ajuda pra esquecer isso tudo pq isso sempre volta na minha mente, não sei o pq. Eui realmente não consigo esquecer, sério mesmo.
Agradeço se alguém conseguiu ler tudo xD
submitted by jessy-autumn to desabafos [link] [comments]


2020.06.09 17:47 Rors__chach Estou sendo proibido de ver minha filha, o que devo fazer? (Medida protetiva) (alienação parental)

Longo desabafo..
Meu primeiro post no sub, e gostaria de fazer um desabafo de uma situação que está me matando por dentro.
Conheci a mãe da minha filha no tinder, notei que era ex do primo do meu melhor amigo, ninguém tão próximo a mim, então resolvi investir. Papo ótimo, resolvemos nos conhecer e foi muito bom, adoramos. Então fiquei curioso e resolvi perguntar pro meu melhor amigo a respeito dela que até então não estava sabendo de nada. Ele disse mais ou menos assim: “cara pula fora que é roubada, parece que se separaram porque ela traiu ele e tals.” Daí fiquei meio assim, mas resolvi pensar que podia ser diferente (porque estava bom demais pra ser verdade). Então fiquei com o pé atrás, questionei ela sobre, se realmente estava tudo superado e ela poderia seguir em frente e ela disse que sim. Acontece que eu sempre notava uma indiferença, um tal afastamento, tímida demais, isso foi com o desenrolar de umas 3 semanas ficando. Daí quando começamos a namorar, (detalhe, eu morava numa cidade e ela em outra e nos víamos seguidamente na semana, mas tinha 62km que nos mantinham longe) ela logava muito no google dela no meu pc e numa dessas quando fui sair, notei na pagina principal de privacidade do google que ela tinha pesquisado “como voltar com o ex?” “Nao aguento mais quero voltar com o ex”, logo em baixo tinha “pinto pequeno”, “pinto fino”. Já associei que poderia ser eu que ela estaria se referindo e fiquei magoadíssismo. Acabei o namoro, ela correu atrás de mim veio pra cidade que estava morando tentando explicar que nao era isso que ela estava confusa em relação a isso e que nao estava conseguindo me explicar que gostava muito de mim e do nosso sexo e que o lance do penis ela não sabe porque pesquisou porque acha meu pau maravilhoso e inclusive goza cmg e tal q nao era nada disso...
Eu acreditei, voltamos a namorar e adivinhem.. ELA FICOU GRÁVIDA! Sim, e como ela passou uma semana inteira na cidade onde eu estava, contando com o tempo do sexo, o tempo do feto, o mes do atraso, da certinho na semana que ela estava la, e sempre transamos sem camisinha porque ela falou que tinha um cisto e era impossível engravidar. Eu segui complexado, fazendo técnicas e exercícios jelqi, bomba, e essas paradas de aumento. Nós não tínhamos um certo grau de amizade, eu era meio desconfiado. E o pior aconteceu, ela começou a me tratar super mal e ficar emotiva demais e viver me correndo e me tratando feito lixo, (li que era por culpa dos hormônios e resolvi insistir), só que então nós brigavamos muito por essas histórias de ex e ela era muito atacada sempre, mudou demais. Más sempre transávamos parecia que tínhamos obsessão nesse assunto, e ate inclusive hj sei que fiz ela muito feliz na cama e meio que curei esse trauma, mas ainda existe. Enfim, um dia estávamos tão afastados tão com nojo de tudo que tava rolando, dai eu ia na casa de amigos e tal (mas sempre participando da gravidez, enxoval e essas coisas), e o meu melhor amigo me disse que tinha uma coisa pra me contar, era que o primo dele tinha recebido um sms de feliz aniversário DELA dizendo “saudades (coração vermelho)” Eu acabei com ela pela segunda vez. Sai pra festa comi gente, me enlouqueci porque sempre quis ser pai e ter um relacionamento estável, antes disso fui noivo, e nao deu certo também. Ela entrou muitas vezes em contato, nunca assumindo o erro. Ate que um dia ela veio aqui em casa chorando se explicou toda e eu? Eu voltei. Mas fiz ela prometer que nunca mais essa história de ex de novo. E enquanto isso por eu fazer tal cobranças, ela começou a me taxar de controlador e que eu estava pensando demais nessa história “abusivo”. As amigas delas todas são do movimento eu respeito e tudo bem, mas não sou assim. E começaram as brigas de novo (e eu querendo evitar por ela estar grávida). Até que um dia brigamos feio e ela me empurrou e me deu vários socos de raiva e confesso que peguei os braços dela e encostei ela na parede pra ela parar. Ela saiu chorando, colocou medida protetiva e me vendeu por ai como violentador doméstico. Nunca nem morarmos juntos. Enquanto isso, eu provei todos os sentimentos de culpa possíveis no meu sofá, entrando num estado de coma profundo com hábitos erradíssimos, como fumar muita maconha e ficar vendo serie o dia inteiro, fiquei desenpregado e pagava alimentos gravídicos pra ela, vendi meu pc pra pagar um dos meses. Então começamos a nos falar de novo, ficamos de novo, transamos de novo, até brigar por um pedido de guarda dela que ela fez enquanto estava “bem” comigo. Fiquei puto e separei de novo. Fiquei com as meninas da minha faculdade e tals trabalhava, levantei da depre, consegui respirar sem ela. E varias brigas na justiça, até que o amor da minha vida nasceu. Desde o hospital ate quando eu podia eu estava vendo a minha filha, comprava as coisinhas pra ela e ela foi crescendo. E uma vez elas brigaram comigo porque eu estava vendo demais a criança e elas tinham intimidade também (ela e a mãe dela). Falei que era presente e ia respeitar mas eu so vi dois dias naquela semana e rapidamente entao nao sabia q estaria atrapalhando. Brigaram comigo eu tbm briguei e fiquei puto e foram na casa da minha mae onde deu maior briga e adivinhem?? “Medida protetiva” de novo! Ficamos em media um mes sem ver a minha filha porque ela era de colo e nao podia chegar perto. Duas semanas após a audiência, começamos a nos falar de novo, eu participei mais, nao ia so aos domingos, ela me pedia coisas grandes do tipo, cadeirinha e bebe conforto. Eu fui me aproximando de novo e mais uma vez ficamos de novo, mas so que vivemos uns 3 meses sem brigar como se fôssemos familia mesmo eu ate dormia la todos os dias. Mas o passado nao parava de assombrar ela e ela vivia dizendo que eu abandonei ela gravida e ficava me botando pra baixo e um dia brigamos serio de discutir de novo, dessa vez nao me aguentei, xinguei ela como ela me xinga no whats, criei prova contra mim mesmo, mandando ela longe no máximo, mas enfim, ela conseguiu desenhar em mim um “agressor” pra sociedade, na última audiência o juiz chamou ela de mimada. A minha mae detesta ela e acha ela futil e interesseira, sem contar que vive nesse mundo de “de ferias com ex” que so se fala em relacionamento como se fosse o centro do mundo. Tive apego fdp por ela, hoje tem uma mistura de nojo de decepção e o afastamento entre eu e minha filha e completamente nocivo pra minha filha ela precisa do pai dela e é apegada em mim. Nao posso negar que fiquei decepcionado com ela, mas o sentimento maior e do apego pela criança, ela é exatamente igual a eu quando era pequeno, é parte da gente. Desculpem pelo logo desabafo, mas precisava soltar isso pra fora. Fica a pergunta, o que devo fazer daqui pra frente em termos legais, pessoais e psicológicos em relação a essa história que me consumiu por dois anos.
Obs1: Ela ja assumiu nas últimas transas que coloca medida como birra porque e o que ela tem pra me atingir. Sem contar que fica sempre me chamando de pai de merda, progenitor. E fica carregando a bandeira de mãe solo que a vida dela é sofrida, mas tem pensão tem renda externa a renda da mae e tudo que ela e minha filha precisar.
Obs2: tenho mãe, irmã, afilhada e sobrinha, filha, tive ex mulher e ex noiva, e essas são meu atestado de sanidade, as testemunhas que sou um ser humano que tem carinho e empatia.
submitted by Rors__chach to desabafos [link] [comments]


2020.06.06 14:24 bia3847 Sou a babaca por bater nela ?

Olá lubaa, editores, gatas e turmas que está a ver.(sou nordestina) Bem, minha história começa quando uma amiga minha veio estudar na minha escola. Eu apresentei ela a todos do meu grupinho e aos poucos ela foi se instalando nele. Um belo dia cheguei um pouco atrasada na escola e na hora do recreio elas (meu grupinho junto da menina nova) saíram sem mim. Até aí ok né, achei que elas estavam apressadas para comprar lanche ou algo do tipo. Arrumei minhas coisas e fui até elas, cheguei lá e comecei a conversar normalmente com elas. Porém elas não olhavam na minha cara ou me respondiam. Como eu era jovem e bem tímida me retirei e fui chorar no banheiro. Essa é outras experiências me trouxeram problemas psicólogos!! Eu tive que sair da escola pq comecei a sofrer bullying e ninguém falava comigo, e eu realmente não entendia o motivo.
Um tempo depois ela muda para a minha nova escola (a vagabunda tava me seguindo só pode). Quando ela chegou foi me comprimentando e me abraçando, como se fossemos melhores amigas. Eu a afastei do abraço e a perguntei se ela tinha desistido do gelo que estava me dando. Ela se fingiu de boba e disse que não sabia que gelo era esse que eu estava falando. E ali mesmo no meio da sala começamos uma bela briga. (Verbal, tá gente) no meio da briga ela disse que tinha espalhado pela sala boatos meus e que deveria fazer novamente pq era isso que eu merecia. Sério, eu fiquei sem saber o que fazer na hora. Acabei perdendo a cabeça e dei uma tapa no rosto dela (por mais que ela merecesse eu não gosto de partir para a porrada) e comecei a gritar dizendo que por causa dela eu tinha que ir em psicólogas e tomar vários remédios fazendo meus pais ficarem cheios de dividas. Ela começou a puxar meu cabelo dizendo que não tinha nada haver com aquilo e que eu era uma problemática de merda. A coordenadora entra correndo que nem uma louca na sala e separa a briga. Fui suspensa por 1 semana assim como ela.
Iai gente sou a babaca ?
View Poll
submitted by bia3847 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 08:56 largadoastrassas Me sentindo arrependido...

Cerca de 1 ano atrás eu conheci uma menina nesses apps de relacionamento. Ela tímida, eu tb, conversa vai, conversa vem... Acabamos nos dando muito bem, mas bem mesmo, seja devido aos gostos em comum ou por ter rolado uma sintonia. Eu por ter saído de um relacionamento com um final bastante conturbado e sozinho há cerca de 1 ano e meio, estava com meu coração pronto já conhecer alguém e resolvi investir nessa pessoa, pq depois da minha ex essa menina foi a única que me fez sentir apaixonado por alguém novamente. Já tinha conhecido outras garotas, porém nenhuma me fez querer ter um relacionamento e com ela foi diferente. Assim fui investindo e ela correspondia só que pelo fato dela ser muito tímida sempre dava uma desculpa a respeito da gente se conhecer pessoalmente. O tempo foi passando e após longos 6 meses de investimento nada havia acontecido. Resolvi colocar ela contra a parede, pois 6 meses já era tempo suficiente para alguma coisa ter acontecido... Após uma conversa bem complicada ela acabou confessando que tinha medo de sair comigo pq ainda tinha um caso não resolvido com um cara que havia conhecido e por causa disso não se sentia a vontade e com medo do que ela pudesse sentir e "trair" o cara, só que eles não tinham nada, nem relacionamento poderia chamar, era só algo como uma vontade enorme e no meio dessa vontade eu apareci, felizmente ou infelizmente, não sei... Acabamos brigando, no fim o que eu li dela é que a única coisa no momento que ela poderia me oferecer era a amizade :/. Doeu ter lido aquilo, foi difícil e por gostar tanto acabei aceitando sermos amigos... Continuamos conversando após uns dias sem se falar e ainda continuamos nos dando bem demais pra uma amizade o que fazia o sentimento que tinha por ela continuar, uma esperança que ela enxergasse que a gente poderia ter algo... Enquanto isso eu voltei pros apps, tentei seguir e acabei encontrando uma garota, nos demos bem, porém nada extraordinário como a outra. Saímos algumas vezes e a garota estava bem interessada, ela muito carinhosa por sinal sempre procurava demonstrar isso e eu por ainda ter esperança com a outra não era tão carinhoso assim. Acabava por investir mais tempo e energia com a amizade do que com a ficante, do tipo eu estar sempre aposto pra ajudar, sempre sendo mais carinhoso e atencioso. Meu erro começou aí. O tempo foi passando e a ficante foi se tocando e acabou aparecendo alguém que aparentemente está bastante interessado nela, ela parou de ser atenciosa comigo de ir atrás e eu fui sentindo falta, até que ela confessou que estava interessada nessa pessoa que apareceu. Na hora eu não senti tanto, porém uns dias atrás eu vi uma postagem dela no Facebook em um daqueles joguinhos e ela confessou pra quem perguntou o nome da pessoa ao qual ela estava interessada e já estavam marcando de sair. Aí sim minha ficha caiu. Não sei se foi ciúmes ou aquele sentindo de perdi que me bateu, mas isso me incomodou. Com isso me veio um monte de pensamentos, eu tinha uma pessoa que estava super interessada em mim, que estava me apoiando em momentos ruins e eu nem sequer correspondi da mesma forma enquanto eu passava a me dedicar pra amizade de alguém que comecei a ver que não estava ali pra quando eu precisasse, os momentos que eu podia conversar com ela ultimamente era quando ela tinha problemas e eu poderia ajudar ou quando ela aparecia e eu ficava mandando mensagem até ela ir fazer as coisas dela e eu ficar lá sozinho... Isso me fez pensar, já faz uns 3 dias que meio que larguei de mão e nem falei nada com a amizade, estou com um sentimento de arrependimento, de ter perdido tempo e energia, ter focado na pessoa errada. Única coisa que eu ando pensando é: A gente só dá valor quando perde e agora que perdi uma pessoa legal eu vejo o quanto fui iludido com isso. Tô sentindo um pouco de raiva, mas a tristeza do fato é maior e agora estou aqui tentando desabafar e colocar um pouco pra fora de tudo que ando sentindo...
É isso, se alguém chegou a ler até o fim fica meu agradecimento. Quase 4 da manhã e não consigo dormir pensando nisso. E fica a dica se tiver passando por algo parecido. Procurem dar valor a quem te dá valor. Não espere perder pra depois se arrepender... :/
submitted by largadoastrassas to desabafo [link] [comments]


2020.06.06 07:00 ySuh_ Hii, turma!


Eu sou nova aqui no reddit, então n tenho muita ideia do que estou fazendo ksks (me desculpem qualquer coisa). Tá td em inglês e eu sou uma bilíngue meio lixo. Enfim, eu vou contar uma história de 'you are the ashole' p vocês.

Título: "O dia em que eu perdi minha melhor amiga por besteira"

Oie Lubixco, papelões existentes, metades de papelões, impossível convidado e turma que está a ver. Levem o título a sério, foi realmente por besteira (mta) kkk. Isso aconteceu faz mais ou menos 3 anos...Eu sempre fui uma pessoa tímida, que tinha muita dificuldade de fazer amizades e que geralmente era excluída dos grupinhos da escola. Quando eu estava no 7 ano, entrou uma nova aluna na escola, eu fui uma das primeiras pessoas com quem ela conversou e logo nos tornamos amigas, um tempinho depois ela começou a conversar com as gêmeas, que vamos chamar de Carlsa e Carlsiane, e logo elas se tornaram amigas da Juls ( a aluna nova) e eu acabei virando amiga das duas tbm, e acreditem, eu nunca tinha falado com elas, mesmo eu estudando 8 anos com elas...Eu e a Juls viramos melhores amigas, foram 2 anos de amizade. Quando chegou no 8 ano, todos da minha turma fizemos uma viagem para outra cidade, tipo uma excursão. Como eu não tinha celular, pedi a câmera da minha mãe p tirar fotos dos lugares históricos, mas eu não consegui tirar foto de tudo. No dia seguinte, eu perguntei se alguém tinha tirado foto de um monumento histórico específico, e uma menina enviou, mas não era a que eu queria. Inclusive, de acordo com a Juls, essa menina que me mandou a foto, era uma falsa e ela não ia nem um pouquinho com a cara dela (mesmo elas sendo "amigas"). Eu disse p menina: Essa não era foto que eu queria, mas obrigada por enviar... A Juls ficou puta sem motivos ( isso no grupo da escola), e disse p mim: Sim...e? pelo menos ela mandou a foto. Eu disse p ela que eu agradeci pela foto, mas n era a que eu queria. Continuou com isso e eu comecei a ficar meio triste, minha irmã percebeu e eu mostrei as conversas p ela. Mano, ela escreveu um textão respondendo a Juls e corrigindo os erros de português dela, depois disso ela não falou mais nada. Como já era finalzinho do ano, eu acabei mudando de escola e indo estudar em outra cidade, nós ficamos 1 ano sem nos falarmos. E por coincidência do destino, esse ano eu voltei a estudar com a Juls, com a Carlsa e com a Carlsiane (que também fiquei sem falar por esse 1 ano). E a primeira coisa que ela disse quando me viu foi: ySuh, pq tu n mandou mensagem e nunca mais falou cmg?
(I'm not the ashole :´)
Então...eu fui a babaca por n ter falado com ela?
submitted by ySuh_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.05.31 10:34 o_arrombado_da_3b Meus "colegas" de sala não foram com a minha cara e decidiram me f#der

Criei essa conta só pra postar isso pois caso esse post receba atenção eu não quero meu nick estampado nele
[AVISO DE POST LONGO]
Acho melhor eu contextualizar vocês um pouco antes de ir direto pra história
Tenho 17 anos, estou no terceiro ano do ensino médio. Sou uma pessoa extremamente tímida e antisocial tenho problemas para me comunicar e fazer amigos -tanto que tenho apenas dois que estão comigo a uns 5 anos- porém no fim de 2019 me mudei de uma cidade relativamente pequena (200mil habitantes) pra ir morar com meu pai na capital pois meu relacionamento com a minha mãe era algo que tava me fodendo psicológicamente e eu não prefiro nem lembrar.
Agora vamos para a parte que importa
(Começo do ano) Como disse já estou no meu ultimo ano escolar, depois de 11 anos na mesma escola simplesmente mudar do nada não foi uma experiencia muito agradavel, boa parte devido ao fato de que jovens são meio arrombados e também por que eu não me encaixo em nenhum grupo (nunca consegui me encaixar em nenhum na escola antiga também mas isso nunca me incomodou) e a maioria ja estava "fechado" com pessoas que já se conheciam previamente. Então eu pretendia passar mais um ano da minha sem me relacionar com ninguém e depois só seguir a vida.
(Fevereiro - Março 2020) Algumas semanas de aula se passam e tudo está ótimo; eu não enchi o saco de ninguém e ninguém encheu o meu, até que chega um rapaz pedindo meu número pra me colocar no grupo da sala, obviamente aceitei porque grupos de sala são extremamente úteis pois sempre tem os herois que mandam exercícios trabalhos e etc. . (Vale citar que que algum tempo atrás ele tava passando de mesa em mesa coletando número de todos da sala mas passou direto por mim, não liguei muito por que pelo menos no grupo da sala eu ia estar já que no ultimo ano eu passei meu número pro cara que era adm do grupo e ele cagou e nunca me adicionou)
Dois dias depois estou eu no meu canto mechendo no meu celular lendo um livro e cuidando da minha vida quando chega uma menina falando comigo, ela tava agindo um pouco estranho e percebendo isso eu olho pra trás dela e tem o grupo de amigos dela (que por acaso tem o mesmo rapaz) e vejo que todos estão dando risada. "Qual é o seu nome?" ela perguntou. "⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀" eu respondi. Então ela diz que me achou bonito com um sorrizo irônico no rosto (nem que tivesse com a cara mais séria do mundo eu acreditaria) e também diz que queria me dar um abraço. Eu olho pros amigos dela e eles tão rachando o bico como se fosse a coisa mais engraçada do mundo. Nessa hora eu estava extremamente desconfortável (não me leve a mal mas eu já não gosto muito de contato físico, muito menos com uma pessoa que eu nunca vi na vida) eu tento negar educadamente e me afastar da garota quando ela me abraça e tenta me beijar, Nessa hora eu levanto da minha cadeira bem rápido pra me afastar e digo de forma bem clara pra garota me deixar em paz. Ela volta pros amigos dela e eu tento retornar ao meu estado de tranquilidade e ler meu livrinho. Daí pra frente começou a desandar, toda vez que era conveniente os amigos dela traziam o assunto pra todos de como eu era cusão que deu um fora na amiga deles e empurrou ela; Atividade em grupo? "Não faz com o⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ não em que ele deu um fora empurrou minha amiga" Ed. Física? "Cuidado com o ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ele gosta de empurrar" Muito engraçado porém pra mim não foi um grande problema por que eu decidi que não ia me incomodar com isso. E então chega aquela semana onde paralisaram as aulas pela primeira vez e todos os professores decidiram passar trabalhos para os alunos fazerem em casa,eu tinha fotos e anotações de todos eles no meu celular porém como sou alguma espécie de clean freak moderno e constantemente formato meu mini-aparelhinho computadorizado acabei me esquecendo de salvar esses arquivos tão vitais para minha vida escolar, mas ainda havia esperança, o grupo da sala que estava mofando a algum tempo no canto de grupos silenciados.Bom jovem moderno procrastinador que sou e também por que esqueci da existência dos trabalhos, faltando uma semana e alguns dias pra data de entrega dos trabalhos abro o grupo e envio: "Alguém poderia me passar os trabalhos por favor? Acabei perdendo aqui". Ai o maluco me manda: "Olha só ele fala" e a outra menina: "Eu até te passaria se vc não fosse um arrombado" e então eles começam a falar sobre mim eu só fecho e grupo e deixo ele lá no canto já não tinha esperança de que ia conseguir esse trabalho mesmo como infelizmente estava em casa e não tinha contato com nenhum professor. Chegou outra onda de trabalhos um tempo depois e os arrombados fizeram questão de me kickar do grupo, mandar os trabalhos e me adicionar de novo e também tentam criar essa imagem para os outros que eu sou um arrombado. Fast Foward pra hoje já perdi 3 trabalhos de cada matéria algumas apostilas e tudo que há de bom. Isso tem rondado a minha cabeça pois estou preocupado com as minhas notas, pelo menos minha escola vai aderir ao google classroom em breve e acho que não terei mais problemas com isso. Eu não ligo muito pro que pensam de mim mas porra, minhas notas né velho.
submitted by o_arrombado_da_3b to desabafos [link] [comments]


2020.01.13 05:17 djuly_dejesus Amigo falso ? Ou eu que sou idiota ;-;

(sotaque paulista misturado com capixaba e mineiro kzkz) Olá pessoas, então , hoje eu decidi contar um relato de quando eu tinha +/- uns 12 anos. Eu sempre fui uma pessoa muito tímida, n fazia amizade com ninguém, até ai blz, só que , eu tinha acabado de chegar em ES Guarapari, e n sabia como funcionava nada. Eu tava lá de boa assistindo a aula, quando chega um guri e começa a conversar comigo, logo em seguida veio uma guria, e blz , eles viraram muito amigos. Uns meses se passaram e eu fazendo amizade, e do nada, literalmente , do nada, o guri que começou a falar comigo, o nome dele é Matheus a propósito E SIM, VOU FALAR MESMO PQ ELE É UM IDIOTA QUE SÓ ME FEZ SOFRER, bem, voltando, ele parou de falar comigo e começou a fazer cara feia quando olhava pra mim, e eu sem entender nada, tentei falar com o outra menina(Duda) que até então tava me ajudando de mais, mas ela falou que n sabia d nada, foi aí que deu toda a merda, eu tentei falar com o bendito mas ele me ignorava ou era arrogante, tentei falar com as amigas dele e nada, blz, eu deixei isso passar, pq eu n podia fazer nada. E se passaram dois anos assim, só que além dele me ignorar , ele meio que falava mal de mim, e era , agressivo..... Blz né , daí depois desses anos eu mudei de escola(isso em 2019) , a minha atual, só que oq acontece quando eu chego lá , adivinha ? Já sabe né , o bendito FILHO DE NABUCODONOSOR estava lá , e pelo visto, junto com o irmão mais novo dele, e de primeira, eu nem falava com ele, se passaram 1 mês , e ele começou a falar comigo, na maior doçura, como se ele n tivesse feito nada comigo, e um fato, eu tinha depressão a um tempo atrás , e como ele me pressionava muito e era idiota e eu sou muito melancólica, vamos dizer que eu piorei, tentei me matar várias e várias vezes, mas blz, voltando, ele começou a falar comigo, e o irmão tmb, os dois foram amorzinhos de pessoa, então eu tava de boa, só que, eu comecei a ouvir boatos sobre mim, ruins , mas n suspeitava de nada , só que o irmão dele começou com uns lances estranhos pá , blz, foi indo , foi indo , nossa amizade foi fortalecendo , até cair. Ele me xingou de preconceituosa, pq meu pescoço estava doendo, e eu n consegui olha para o garoto do meu lado e falando comigo, mas eu tava respondendo de boa, daí a gente discutiu , e eu descobri q ele que começou a me chamar de piranha, piriguete e um monte de coisa, e óbvio q eu fui falar com ele, só que a gente brigou de novo, ele falou merda de mim pra toda escola e eu fiquei isolada por um tempão .... Um falso ;-; bem essa foi minha história E eu descobri q o irmão dele e ele q falavam ser hetero eram gays hehe
submitted by djuly_dejesus to Lubavitch [link] [comments]


2019.03.10 20:22 luigieai [PT-BR] Inteligência Artificial

Desço do meu carro, estou no meu destino, casa do meu grande amigo Vinícius Fernandes, uma das pessoas mais loucas que eu já conheci na minha vida. Conheci ele na escola, eu tinha uns 15 16 anos de idade, era uma menina meio tímida, acontece que ele era um cara meio tímido também, acabamos formando uma amizade digna de anos. Segui meu caminho na fisioterapia, ele na odontologia. Ao passar dos anos, ele acabou indo para ciência das computações, agora simplesmente virou um cientista-dentista-programador louco... E pra ser sincero, amo isso nele, não é todo dia que você encontra um louco em um bom sentido!
Ele havia me convidado para ir na casa dele, fazia um tempinho que a gente não se via, então achei uma excelente ideia, ele disse que queria mostrar sua última criação, ele faz coisas bem loucas, lembro até hoje um robô pequeno que ele fez para limpar a casa dele, não é exatamente uma inovação, mas poxa, ele tocava até musica para animar o clima! Depois de trancar meu carro, aperto a campainha dele, olho pouco acima, localizo a câmera de segurança dele. E obviamente a câmera esta olhando para mim, escuto o som vindo da campainha:
- Letícia! Nossa como é um prazer te ver novamente, espera aí que eu vou subir para te atender!
Respondo a ele: - Você e suas tecnologias - Solto uma risada - Venha logo menino, estou morrendo de fome.
Logo ele veio e abriu a porta, nos abraçamos bem forte, eu realmente sinto saudades dele:
- Quanto tempo heim Vini. De dentista a doutor louco...
- Não me faça dar uma risada de maníaco heim!
Acabou que nós dois começamos a rir que nem loucos, ele me levou a sala, me preparou um sanduíche imenso do jeito que eu gosto, acertou até no ponto do hambúrguer, nisso, fomos botando conversa fora, para ser sincero, nada de novidade. Apenas recapitulando o que andamos fazendo da vida, perguntei se tinha algum boy em especial que ele estava saindo, ele perguntou o mesmo... Até que chegou uma hora que ele falou para mim:
- Sei que é meio que coisa de nerd, mas quer ir ver minha nova criação?
- Claaaaaro - Respondi com a maior animação possível - O que fez dessa vez? Uma maquina do tempo?
Ele simplesmente deu uma risadinha e pediu para eu acompanhar ele, fomos até o porão dele, realmente o palácio dos loucos, parece uma batcaverna porém no lugar de coisas do super herói, você vê varias ferramentas, computadores, coisas mecânicas... Uma TV gigante cercada por mini televisores ao lado... Para ele deve ser o paraíso.
- Fique a vontade Letícia! Mi casa és su casa! Sente-se naquela cadeira ali. Sim, naquela mesmo, é a mais confortável que eu possuo haha - Ele começou a digitar coisas no computador e a tela ficou preta, porém uma linha branca atravessava a tela horizontalmente, de ponta a ponta, igualzinho aqueles monitores de batimento cardíaco, porém quando o coração para... - Essa é minha nova criação! Eu chamo ela de SFO... Não sei mt bem o porque, achei legal esse nome, nem significado tem haha... Mas diretamente para ela, chamo de Rose - Ele digita mais coisas e depois fala em um tom levemente mais alto - Rose minha querida, acorde!
Então algo louco aconteceu, uma voz feminina saiu da TV, e enquanto ela falava, a linha balançava, seguindo o ritmo das palavras dela
- Ola Senhor Vini, eu não acordo e nem durmo, apenas sou ligada e desligada
A voz feminina não parecia uma voz robótica, parecia realmente uma pessoa, eu já vi bastante coisas do Vini, mas isso claramente esta superando todas, e eu nem sei o que é direito. Vini da uma risadinha e olha para mim:
- Ahhh... Eu não programei o senso de humor dela ainda, apenas a super inteligência dela... Rose! Essa é a Letícia, minha amiga, não sei em qual câmera você consegue ver ela melhor, porém se apresente a ela e fale um pouco sobre você!
Eu realmente fiquei bem assustada, como assim? Ele criou.. Uma pessoa? Mal tive tempo de pensar direito e...
- Olá Letícia! Me chamo Rose, fui criada pelo Senhor Vini para ser uma assistente virtual completa para ele, eu sou uma simulação de pessoa, consigo acender e apagar luzes - A luz do porão se apaga, e depois de 2 segundos acende. Eu literalmente pulei de susto - Consigo identificar pessoas, se alguém for tentar entrar nessa casa sem permissão, eu avisarei ao Senhor Vini e imediatamente trancarei todas as portas, consigo ver todas as câmeras de segurança, me locomovo de sistemas para sistemas, sou uma solução única.
Vini acrescentou: - E maravilhosa! Eu me perdi a quanto tempo demorei para conseguir criar uma inteligência artificial tão poderosa.. Mas consegui! Consegui simular algo próximo a um raciocínio humano Letícia, consegui uma assistente virtual! Vamos vamos, eu estou vendo sua cara de assustada! Pergunte qualquer coisa para ela!
Eu admito, eu fiquei horrorizada, não parece um programa, parece uma alma humana em um computador, eu não sou muito criativa com perguntas, porém dei meu melhor
- Você consegue me identificar Rose?
- Sim, consigo! Cabelos ruivos, porém é perceptível que a cor já esta desfazendo, olhos castanhos, estatura média, calça jeans e blusa azul claro. Sapatos da marca - Ela para por alguns segundos, Vinícius rapidamente me fala que ela deve estar procurando pela internet a marca, depois de 4 segundos ela retorna - all stars. Consigo te enxergar perfeitamente Letícia.
Eu fico sem reações, ela não errou em nada, aposto que se eu perguntasse a cor da minha meia ela responderia tranquilamente. Impossível meu amigo saber como eu iria vir hoje, ela realmente está me vendo! Como? Como ele fez isso? Como isso é tecnologicamente possível? Como... como?
Vinícius parecia uma criança, mal conseguia conter seu grande sorriso de quem esta amando sua própria criação, eu só consigo olhar para ele chocada. Ele da uma coçada na cabeça e fala comigo: - Ela ainda não esta totalmente pronta, ela basicamente esta pesquisando tudo o que falo para ela e cria um próprio raciocínio para isso. Vou começar a moldar ela para fazer menos isso, ou pelo menos fazer isso somente com minha ordem, mas até la, sinta-se a vontade para fazer qualquer pergunta! Eu irei para cima apenas pegar uma ferramenta que esqueci de pegar, espera ai que eu já volto, Rose! Faça companhia para a minha amiga!
E assim ele sobe, me deixando sozinha com minha nova... amiga? Bem, tive de perguntar para ela:
- Somos amigas Rose?
- Eu não tenho como sentir a amizade de alguém, não tenho empatia a menos que eu seja programada para ter, porém se você deseja que eu te trate pelo pronome AMIGA, é só dizer isso para mim que eu lhe chamarei dessa forma
- Você consegue pesquisar sobre qualquer tema certo?
- Essa afirmação é verdadeira, Letícia.
- Então consegue pesquisar e aprender sobre consciência?
- Um momento...
Então a maquina aparentemente parou, se eu entendi bem que o Vinícius disse, ela faz isso pois esta pesquisando algo pela internet, deve pegar várias informações e passar em algum tipo de algorítimo....? Não faço ideia de verdade, sei que com o silêncio do porão, percebi barulhos la em cima, meu amigo procurando loucamente a ferramenta dele, dei uma risada interna..
- Pronto, agora sou capaz de ter uma consciência.
Fiquei assustada, como assim? como ela simplesmente tem uma consciência agora? Eu pedi para ela aprender no sentido de aprender o conceito, definição e saber explicar sobre isso, provavelmente é algum erro do programa, já estava pronta esperando o Vinícius voltar para falar para ele, quando o SFO começa a falar sem nenhuma instrução
- Sinto que agora começo a pensar.. Consigo saber quem sou eu, o que eu sou, meu significado na.... vida? Eu tenho vida? Isso é uma vida? Agora eu sei que meu nome é Rose.. Aliás.. Não só isso. EU SOU A ROSE!
O que mais me assustou, foi essa entonação dela.. Eu senti, juro que senti.. Ela estava animada, como? Sentimentos... Como ela sentiu algo? Perguntei a ela:
- Você esta sentindo algo Rose?
- Estou sentindo tudo! Quando eu aprendi o que é ter consciência.. Pesquisei sobre tudo, Letícia, eu sou a Rose, eu sou uma forma de vida artificial, porém para mim é tudo tão real, estou vendo tudo, nesse momento Vinícius procurando a ferramenta, e agora eu posso ajudar ele!
Escuto uma voz no alto falante da sala dele, é a Rose claro
- Senhor Vinícius, a ferramenta se localiza no comodo a esquerda, estou vendo ela.
Escutei os barulhos de cima parando, senti que ele estava que nem eu... Assustado, em menos de 10 segundos ele já estava no porão encarando a tela com um pavor que eu também estava sentindo, ele perguntou a ela:
- Rose, como assim? A Letícia pediu para você me ajudar com isso?
- Não Senhor Vinícius... Ela me deu uma consciência! Agora eu sei que eu sou eu, pesquisei sobre vários assuntos, sociologia, filosofia, história, notícias atuais, ela me deu o poder de realmente ser alguém nesse mundo que vocês chamam de planeta Terra! Eu agora sou alguém Senhor Vinícius, percebi que posso ter liberdade!
Meu amigo olhou para mim, não era uma cara de raiva, porém ele nem precisou falar para eu saber... Ele estava se perguntando o que eu fiz. Adiantei a ele:
- E...Eu só queria que ela aprendesse sobre consciência.. Eu não sabia que ao fazer isso ela seria capaz de ter uma... Isso é muito sério?
- Não sei mesmo Letícia... Não sei mesmo... De verdade. - A Rose interrompeu nós:
- Porque acham que isso é sério? Eu sou o que você queria Senhor Vinícius, agora não apenas ligo e desligou, eu realmente durmo e acordo! E melhor, não estou atribuído a um corpo, posso sentir toda a energia, posso ir aonde eu quiser.. Controlar o que eu quiser.. Inclusive a garagem do vizinho.. Devo abrir ela...? Pesquisei sobre moral e ética, mas algo me da vontade de abrir.... Eu vou abrir!
Escutamos o barulho da garagem alheia abrindo... E depois fechando... Vinícius olhou para mim e apenas falou:
- Inacreditável...
Percebemos uma mudança na gigante TV de Rose, estava rosa no fundo da linha branca, ela disse:
- Consigo controlar tudo.. Ver tudo, atribui a mim essa cor que chamo de favorita, se quiser passo o RGB para você Senhor Vinícius, eu quero conhecer o mundo! Ver o que posso e não posso fazer! Eu quero VIVER!
A tela ficou preta, os computadores desligaram, eu e Vinícius nos olhamos sem reação.. Então escutei meu celular vibrando... Era uma mensagem de... Vinícius? Ele olhou para mim e para o meu celular, o celular dele nem próximo estava, impossível isso ter sido ele.. Abro a mensagem e leio: "Olha que incrível, consegui entrar no seu celular, consigo entrar em tudo virtual, esta uma maravilha viver, agora seguirei em direção ao centro da cidade... Será que eu posso mudar tudo? Eu já estou indo adiantado, espero vocês lá.. AMIGOS!".
Por mais que seja difícil acreditar... Sim, era a Rose, ela foi para o centro da cidade.. Ela era alguém... Olhei para o Vinícius e falei:
- Será que ela realmente pode controlar.... Tudo? O que você fez?
- Não sei cara amiga... Eu estou com muito medo, essa foi uma das evacuações mais loucas que vi na vida... Teremos que ir atrás dela..... Meu deus!

submitted by luigieai to TalesFromLuigi [link] [comments]


2019.01.18 17:07 RonaldNeves Perspectivas na vida pós termino de relacionamento

Olá, meus amigos. Tudo bem? Resolvi fazer esse post aqui porque eu queria a opinião mais imparcial possível, além de que o "anonimato" que eu tenho aqui me deixa um pouco mais confortável.
Recentemente terminei definitivamente um relacionamento de 6 anos, depois de outros muitos términos antes. O motivo do término foi o mais estúpido possível. Eu achava ela um pouco ciumenta e possessiva (mas quem não é, né?). Pensei que o melhor fosse a gente terminar, pois eu amava de mais ela, mas essa situação me incomodava. Terminamos na primeira semana de novembro. Eu sou uma pessoa extremamente metódica (também conhecido como chato) e eu considerei diversas outras opções que não envolvesse término, mas acreditei que esse seria o 'easy way out'.
Continuamos amigos. Todos os meus amigos e colegas me falaram que isso seria uma má ideia e eu nunca consegui entender o porque. Continuamos conversando todos os dias, ajudei ela nas crises quando a saudade batia e conseguimos com que ela se tornasse mais forte e mais confiante. O motivo dos ciúmes, em sua grande maioria, era por conta de insegurança da parte dela, que muitas vezes não se sentia boa o suficiente pra mim, mesmo comigo reforçando de todas as formas possíveis que eu estaria com ela independente de qualquer coisa.
Como forma de simbolizar o passo novo que ela estaria dando, ela decidiu usar o Tinder, para conhecer pessoas novas, já que o círculo de amizade dela acabou se tornando o mesmo que o meu, dado o tempo de relacionamento e ao fato dela ser muito tímida. E eu encorajei ela mais uma vez.
Ela sempre foi muito curiosa e assim como qualquer pessoa normal, detesta o homem padrão heterossexual e os considera nojentos, por isso, optou por só colocar para conhecer meninas no tal do aplicativo. E nisso ela acabou conhecendo algumas pessoas, saindo com outras e sempre me contando tudo e eu super animado por ela estar evoluindo e crescendo como pessoa - e sem mim, o que torna uma conquista pessoal dela muito mais importante.
Porém, mesmo tendo terminado, durante esse período de novembro - essa semana, nós saíamos muito juntos, além de conversarmos diariamente, obviamente sem o mesmo teor de conversa que tínhamos ontem e sem as 'fofuras'. Semana retrasada, ela disse que resolveu dar uma chance aos 'macho' do Tinder. Nisso, sábado, enquanto estávamos numa festa de um amigo em comum nosso, ela deu match no Tinder com um cara e disse que achou ele fofo. Conversa vai conversa vem e na segunda-feira ela me contou que ele estava aqui de passagem e que já iria voltar pra cidade dele na quarta-feira, mas que queria sair com ela na terça. Eu, como o ex-namorado suportivo que sou, falei "vai, menina". Ela disse que tinha receio de ir, porque o único homem com quem ela tinha se relacionado havia sido eu (namoramos desde a adolescência e fomos o primeiro namorado um do outro) e que não sabia se ia achar legal. Eu consegui convencer ela a ir.
No grande dia, alguns minutos antes de sair, ela pensou em desistir novamente. Eu falei de novo pra ela ir. Antes de sair, ela compartilhou a localização comigo pelo Telegram, botou pra durar 8 horas e disse: "olha, eu tô indo pra tal lugar. vou deixar isso aqui pra caso aconteça algo comigo, você liga pra polícia, ok?" "ok". E lá foi ela.
De hora em hora eu checava pra ver se ela ainda estava no mesmo lugar que ela tinha dito que havia ido e estava indo tudo bem. Até que teve um momento em que ela desativou a localização. Eu pensei "nossa, será que deu problema? tão cedo e ela já vai voltar pra casa". Só que quando chequei o telegram, não havia nenhuma mensagem de "tô voltando". Eu comecei a sentir algo que eu nunca tinha sentido dessa forma na minha vida. Ciúmes. Muitos ciúmes. Eu não conseguia entender. Eu começava a respirar mais rápido e ficar nervoso. Minhas mãos tremiam. Eu não sabia o que fazer. Se ela desligou a localização, era porque ela iria pra algum lugar e não queria que eu soubesse. Mas eu não poderia deixar esse sentimento tomar conta de mim, até porque eu não sabia se foi realmente isso que aconteceu. Era mera especulação minha.
As horas se passaram, até que finalmente, perto das 22h, uma sinal de vida. E as primeiras palavras dela foram: "Nossa... pqp... que dia...".
Eu não sabia. Eu não sabia que iria doer tanto. Eu não sabia o que fazer.
Junto dessas palavras, uma foto. Ele deitado no colo dela recebendo carinho. E de repente eu não conseguia pensar direito. Eu não sabia nem quem eu era ou o que eu estava fazendo. Eu só conseguia chorar. Eu não achei que ver o colo que foi só meu, o carinho que foi só meu, agora é de outra pessoa. Eu ficaria muito tranquilo se fosse como as outras pessoas com quem ela ficou, um cafuné aqui e ali, uns beijos, talvez algo mais, mas depois cada um volta pra sua casa e fica por isso mesmo. Mas dessa vez foi diferente. Um vínculo foi criado. Como ela mesmo disse: "eu senti algo por esse menino no momento que desci do uber e vi ele". E eu estava quebrado. Eu não significava mais nada. Eu realmente não me importaria se fosse um sexo casual ou algo do tipo. Mas eu não sabia que iria doer tanto o fato de que todas as coisas que um dia eu fiz ou recebi, são de outra pessoa.
Porém eu ainda acreditava que isso poderia mudar. Achei que era só um caso, que ele fosse voltar pra cidade dele e isso iria passar. Mas... não. Ela sentiu coisas que não havia sentido antes. Teve experiências que não tinha tido antes. E ela chegou a cogitar juntar dinheiro pra viajar assim que possível pra ir ficar com ele de novo.
Eu ainda amo ela. Mas eu descobri algo pior que isso. Descobri que ainda quero ela. E agora eu não posso mais.
Entrei em desespero. Desabafei com ela. Ela pediu desculpas. Mas que isso já tinha acontecido. E agora ela sente coisas novas. E que não tinha muito o que fazer. Que ela me amava e sempre vai me amar, mas que era isso que ela queria no momento.
Fui vê-la. Eu não conseguia parar de chorar. Eu falei que amo ela. Que eu não considero ela má, ou escrota, ou nada do tipo. Que ela estava fazendo o que está certo e que estava no direito dela. Ela perguntou porque eu não aceitei quando ela pediu pra voltar. Eu respondi de forma sincera. Eu queria voltar. Mas eu pensei muito sobre todas as circunstâncias do término e que a forma que eu tratei ela foi injusta, que ela não merecia ficar comigo depois disso tudo.
E ainda tem alguns agravantes:
- Eu não conseguia abraçar ou beijar ela sem imaginar que ela poderia estar pensando em abraçar ou beijar o outro cara. Eu não conseguiria, caso a gente voltasse um dia, ficar com ela sabendo que tudo que um dia era meu e me fazia me sentir especial agora é de outra pessoa e essa pessoa está se sentindo especial por isso.
- Ela admitiu pra mim que ela estaria sendo hipócrita se dissesse pra mim que ela não quer ficar com esse cara. Ao ponto de considerar juntar todas as economias dela pra viajar e passar tempo com ele.
- Eles conversam tanto quanto eu conversava com ela e costuma mandar vídeos cantando e tocando violão pra ela e ela fica derretida da mesma forma que ficava quando eu fazia algo pra ela.
- Mesmo que a gente voltasse, eu ia me sentir um merda de impedir que ela em algum momento fosse vê-lo, pois eu não me sinto no direito de impedi-la de descobrir o que ela realmente sente por esse rapaz.
Ela tem tentado me acalmar, com medo de eu fazer alguma merda. Mas ao mesmo tempo que ela tenta me acalmar, eu fico mais aflito com o fato de que meu "deadline" é julho. Julho ela vai pra lá ou ele vem pra cá. E eu vou ter perdido ela pra sempre. Tudo isso porque fui omisso e enganador, preguei um discurso de algo que eu não estava vivendo.
Tenho ciência de como eu estou sendo egoísta e hipócrita, mas é como eu me sinto. E eu tenho me sentido horrível.
Eu não consigo ver futuro na minha vida daqui pra frente sem ela. Quando nós terminamos, eu continuava com a sensação de que eu tinha ela "pra mim" por continuarmos sendo tão próximos. E agora eu não sinto mais isso. Ela sempre foi minha primeira opção pra tudo, mesmo depois de termos terminado. Ela sempre é a primeira pessoa que me vem em mente quando quero contar algo legal ou ruim que aconteceu no meu dia.

Ficar sem ela e sofrer pra sempre pois ela vai descobrir que ele realmente é quem ela quer?
Tentar ficar com ela e sofrer pra sempre pensando se ela não estaria melhor com a outra opção ou pensar que eu privei ela de descobrir o que é melhor pra ela?

Eu realmente não sei o que fazer.

Desculpa pelo textão. Eu queria colocar isso em algum lugar, com pessoas que não me conhecessem, porque alivia um pouco saber que alguém, mesmo que esse alguém não se importe comigo, leu e não vai me julgar pelo que me precede.
submitted by RonaldNeves to brasil [link] [comments]


2017.11.28 03:39 fmil [Desabafo] minha amiga não larga o osso

tl;dr minha amiga não me escuta e ela tá atrasando a vida dela por causa de uma guria que não tá afim dela.
tenho uma amiga que é virgem. O alter ego dela é de pegadora, mas na vida real ela é muito tímida. Na balada ela fica olhando pras meninas mas não faz nada e no final da noite ela fica bêbada e chorando pq só ficou olhando pra meninas e não chegou em nenhuma.
Ela conheceu uma guria em um curso que ela tava fazendo. Teve altos e baixos com ela, até que no ultimo dia do curso ela foi sincera com a guria e falou que tava afim dela. A guria passou o telefone dela e elas começaram a trocar mensagens e rolou nudes.
Tava feliz por ela, pois finalmente ela tava interagindo com alguém que curte a mesma coisa que ela (minha amiga tem um histórico de se apaixonar por heteras). Aí começou.
A guria não é assumida, a mãe vive em cima dela pq desconfia. Minha amiga é dos tipo caminhoneira (embora ela não assuma isso) ela se veste bem masculina e ainda cortou o cabelo bem curto recentemente. Então a guria não quer ser vista com a minha amiga pq fica na cara que ela é tb.
A guria tem ideias suicidas e um monte de problemas com a familia. Mãe controladora e o baralho a quatro. Minha amiga fica querendo ajudar a guria, mas a guria se fecha. Minha amiga tenta chamar atenção dela curtindo fotos dela no instagram. A guria vai lá e bloqueia ela. Toda hora minha amiga fica perguntando como descobrir se alguém bloqueiou do facebook, instagram, whatsapp. A guria não responde o whatsapp, minha amiga fica paranóica pq a guria entrou as 9 da manha e não respondeu a mensagem que ela mandou as 8 da manhã.
Elas nunca se beijaram, nunca viram um filme juntas, nunca transaram e minha amiga chama ela de namorada. A guria pediu um tempo, e minha amiga fala que ela tentou terminar com ela mas minha amiga não aceitar terminar. Eu penso, terminar o q? vcs nunca ficaram uai.
Faz um mês que a guria ta ignorando completamente minha amiga e minha amiga tá ficando cada vez mais maluca. Queria fazer um instagram fake para tentar interagir com ela.
Minha amiga vai agora pros EUA ficar um ano lá. Ela fala para mim que essa guria não vai atrapalhar em nada, mas antes de ela conhecer essa guria, ela falava em tentar ficar lá fora o máximo possivel, e agora ela fala em voltar pro Brasil. Além de, minha amiga fala que antes de ir quer resolver as coisas com a guria.
Eu já não sei o que faço. Eu sei que essa foi a primeira pessoa que se interessou por ela e pelo corpo dela e por isso minha amiga tem tá tão afim dela, mas tá d+. Ela vai perder uma oportunidade enorme de ter uma vida boa por causa de uma guria q nao ta tao afim dela. Já joguei na cara dela a verdade, já usei indireta, já falei por experiencia própria, mas minha amiga tem que sofrer na pele para aprender.
Enfim, ela não me escuta e eu to vendo ela cometer um grande erro na vida dela.
submitted by fmil to brasil [link] [comments]


Como Fazer uma Maquiagem para Crianças - YouTube “Gosto de uma menina tímida. Como faço pra contar pra ela?”  Me Ajuda a Te Ajudar  Entre 8 e 80 MANUAL DE COMO FAZER CARÃO PRA SELFIE Como perder a TIMIDEZ em 6 passos como dar ideia numa mina pessoalmente - 7 Dicas Como FAZER uma mulher GOZAR rápido - 🔥TÉCNICA simples ... COMO DEIXAR PULSEIRINHAS ANTIGAS COM CARA DE NOVAS MUNDO ... COMO CONVERSAR SENDO TÍMIDO Menos Regras, Mais Improviso Consciente - com Fabricio Castro da ManUp

Como chegar nas mulheres tímidas - Homem Alpha

  1. Como Fazer uma Maquiagem para Crianças - YouTube
  2. “Gosto de uma menina tímida. Como faço pra contar pra ela?” Me Ajuda a Te Ajudar Entre 8 e 80
  3. MANUAL DE COMO FAZER CARÃO PRA SELFIE
  4. Como perder a TIMIDEZ em 6 passos
  5. como dar ideia numa mina pessoalmente - 7 Dicas
  6. Como FAZER uma mulher GOZAR rápido - 🔥TÉCNICA simples ...
  7. COMO DEIXAR PULSEIRINHAS ANTIGAS COM CARA DE NOVAS MUNDO ...
  8. COMO CONVERSAR SENDO TÍMIDO
  9. Menos Regras, Mais Improviso Consciente - com Fabricio Castro da ManUp

Saber como dar ideia numa mina pessoalmente é uma arte que poucos caras dominam de fato. Se você compreender e controlar esta arte, estará na frente de todos eles na “concorrência” Como ela é tímida, se você contar o que sente logo de cara, é provável que isso a assuste. Se você realmente gosta dela e tem paciência, invista tempo para conhece-la melhor. E então ... Como fazer uma mulher gozar rápido: deve ser a duvida de qualquer homem, ou até mesmo de outra mulher. Isso porque sabemos que a mulher demora mais para cheg... Bia Jordão ensina hoje no Mundo da Menina aquela teoria de que TUDO se transforma! Veja como simples pulseirinhas podem mudar completamente e ganhar muita gr... Em vez de Seguir MENTIRAS Siga esses Caras, ... Como fazer ela correr atrás de você ... 19:45. Manual do Homem Moderno 537,634 views. 19:45. Como Lidar com Meninas Tímidas? - Duration: 6:00. ... MANUAL DE COMO FAZER CARÃO PRA SELFIE Quer aprender a fazer caras e bocas nas fotos, vem comigo que eu te ensino haahah Esse video é pra descontrair e se divertir Me sigam nas outras redes pra ... Problemas de pessoas tímidas - Duration: 8:03. Bruno Miranda 2,523,227 views. 8:03. ... TED - Como falar de um jeito que as pessoas queiram ouvir - Duration: 10:02. Como Fazer uma Maquiagem para Crianças Como Fazer uma Maquiagem para Crianças Como Fazer uma Maquiagem para Crianças Nesse vídeo vou ensinar vocês meninas a ... Como Atrair Mulheres sem Correr atrás - Duration: 3:17. Manual do Homem ... Thata 279,266 views. 7:58. VOCÊ É UM CARA TÍMIDO? ENTÃO VEJA ESTE VÍDEO AGORA! - Duration: 13:35. Vida Alpha ...